Comparacao entre os marcadores tumorais citoqueratinas e CEA nas etapas de diagnostico, estadiamento, prognostico e associacao com recediva no adenocarcinoma colorretal

Comparacao entre os marcadores tumorais citoqueratinas e CEA nas etapas de diagnostico, estadiamento, prognostico e associacao com recediva no adenocarcinoma colorretal

Título alternativo Comparison between tumor markers cytokeratins and CEA in the diagnosis, staging, prognosis and association with recurrence of colorectal adenocarcinoma
Autor Fernandes, Luis Cesar Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Avaliar a utilizacao de dosagens sericas de citoqueratinas e de CEA em relacao as etapas de diagnostico, estadiamento, prognostico e associacao com recidiva em pacientes portadores de adenocarcinoma colorretal. Metodos: Foram selecionados 169 pacientes portadores de adenocarcinoma colorretal, submetidos a tratamento cirurgico na Disciplina de Gastroenterologia Cirurgica da Universidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Medicina (UNIFESP-EPM). As cirurgias foram realizadas de dezembro de 1993 a marco de 2000. Amostras sericas de 100 individuos doadores de sangue do Hospital Geral de São Paulo foram utilizadas como grupo controle na investigacao. Os pacientes foram analisados na fase pre-operatoria e periodicamente no pos-operatorio atraves de dosagens de marcadores tumorais em soro periferico, exames endoscopicos e de imagem. Foi efetuado tratamento cirurgico apropriado e no estadiamento empregou-se classificacao TNM. As amostras sericas foram estocadas a -20º C. Foram submetidos a cirurgia radical 120 dos 169 pacientes (71 por cento); em 15 as lesoes foram consideradas irressecaveis (8,9 por cento). O tempo de seguimento medio correspondeu a 22,3 meses, com perda de 3 doentes (1,8 por cento). Vinte e tres apresentaram recidivas no periodo de estudo, multiplas em 18 casos e isoladas em 5; estes foram submetidos a nova intervencao em que nao foi obtida excisao radical das lesoes. As recorrencias ocorreram em media 18,09 meses apos a cirurgia inicial. O CEA foi dosado por metodo Delfia©, sendo considerado limite de normalidade 5 ng/ml. As citoqueratinas foram analisadas pelo metodo LIA-mat© TPA-M Prolifigen©, adotando-se como anormais valores superiores a 72 U/L. Resultados: Na etapa de diagnostico o CEA demonstrou sensibilidade de 56 por cento, especificidade de 95 por cento, valor preditivo positivo de 94 por cento, valor preditivo negativo de 50 por cento e acuracia de...(au)
Palavra-chave Marcadores Biológicos de Tumor
Neoplasias do Colo
Neoplasias Retais
Antígeno Carcinoembrionário
Queratinas
Idioma Português
Data de publicação 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 113 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 113 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18277

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta