Glicosaminoglicanos sulfatados no tecido peri-uretral de mulheres com e sem incontinência urinária de esforço, no menacme e na pós-menopausa

Glicosaminoglicanos sulfatados no tecido peri-uretral de mulheres com e sem incontinência urinária de esforço, no menacme e na pós-menopausa

Título alternativo Glycosaminoglicans in peri-urethral tissue in women with and without stress urinary incontinence in menacme and in postmenopusal status
Autor Feldner Junior, Paulo Cezar Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Girão, Manoel João Batista Castello Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos: Caracterizar e quantificar os subtipos de glicosaminoglicanos sulfatados (GAGs) existentes no tecido peri-uretral de pacientes com e sem incontinencia urinaria de esforco (IUE), no menacme e na pos-menopausa Metodologia: Foram incluidas 40 pacientes que se submeteram a cirurgia vaginal para correcao da incontinencia urinaria de esforco e/ou distopias genitais no periodo de setembro de 2001 a julho de 2002. As pacientes foram avaliadas por anamnese padronizada, exame fisico e urodinamico e agrupadas segundo a existencia de IUE e estado hormonal. Durante o procedimento cirurgico, amostras de aproximadamente ,0 x .,0 cm do tecido peri-uretral foram retiradas para avaliacao. Os GAGs foram extraidos do tecido por proteolise e precipitacao por acido tricloroacetico e caracterizados por eletroforese em gel de agarose. A quantificacao foi feita por meio de densitometria a 525 rim do gel corado com azul de I toluidina. Compararam-se os dados pela analise de variancia) ANOVA teste de Tukey e teste de t pareado Resultados: Em todos os grupos estudados, houve maior predominio de dermatam sulfato' (DS), em torno de 85 por cento do total de GAGs, seguido do condroitim sulfato (CS) e do heparam' sulfato (HS). Observou-se diminuicao significativa dos GAGs totais e do DS em mulheres' continentes na pos-menopausa em relacao as continentes no menacme. Identificou-se aumento' significativo do conteudo de GAGs total e de DS em mulheres incontinentes na posmenopausa. Nao se observou diferenca significante com relacao ao HS Conclusoes: Neste estudo demonstraram-se diferencas na matriz extracelular do tecido periuretral com aumento de GAGs totais e DS nas mulheres com incontinencia urinaria de esforco
Palavra-chave Incontinência urinária por estresse
Matriz extracelular
Glicosaminoglicanas
Idioma Português
Data de publicação 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 79 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 79 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18274

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta