Desenvolvimento de tecido dental na mandibula de ratos Lewis por meio de tecnicas de engenharia de tecidos

Desenvolvimento de tecido dental na mandibula de ratos Lewis por meio de tecnicas de engenharia de tecidos

Título alternativo Development of dental tissues in lewis rat's jaw by tissue engineering techniques
Autor Duailibi, Silvio Eduardo Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Pontes, Paulo Augusto de Lima Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Verificar a viabilidade do desenvolvimento de tecidos dentais, organizados ou nao na mandibula, utilizando tecnicas de Engenharia de Tecidos, usando diferentes polimeros biodegradaveis, em dois tempos de aderencia celular na semeadura dos arcaboucos, antes da cirurgia de implantacao. Metodo: A amostra foi dividida em quatro diferentes grupos. O grupo controle C I, composto de receptores de implantes de germes dentais de molares; os gruposcontrole C II e C III, com receptores de implantes de arcabouco de PGA e PLGA respectivamente, sem celulas; e o grupo experimental IV, com receptores de implantes de arcabouco de PGA ou PLGA, com celulas dentais semeadas, obtidas por dissociacao enzimatica de germes de molares, de doadores de quatro dias de idade. Neste grupo, 207 doadores de germes dentais de molares foram utilizados para a cultura primaria de celulas e 21 receptores para a implantacao dos arcaboucos semeados com celulas dentais distribuidos em: 10 receptores para o PGA, dos quais cinco receberam os implantes com 1 hora e os outros cinco receberam com 12 horas de espera para aderencia celular. Apos 12 semanas de implantacao, os ratos receptores dos tres grupos-controle e do experimental foram sacrificados e as mandibulas removidas para as analises macroscopica, radiografica e histologica. Resultados: Nossos resultados consideraram os criterios de semelhanca ou nao dos tecidos obtidos pela tecnica de Engenharia de Tecidos, dos implantes dos arcaboucos de PGA ou PLGA semeado com celulas dos doadores na mandibula dos receptores com os grupos-controle de : implantes de germes dentais (C I) e arcabouco de PGA e PLGA sem celulas semeadas (C II e C III), alem da avaliacao do tempo de espera de 1 ou 12 horas para aderencia das celulas dentais antes da cirurgia de implantacao. No grupo controle C I, observa-se discreta erupcao dos germes implantados na mandibula, enquanto que nos outros dois, C II com PGA e C 111 com PLGA, ambos sem ...(au)
Palavra-chave Engenharia
Mandíbula
Engineering
Mandible
Idioma Português
Data de publicação 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 69 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 69 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18268

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta