Programa de reabilitacao pulmonar: estudo da sua adaptacao a criancas com fibrose cistica

Programa de reabilitacao pulmonar: estudo da sua adaptacao a criancas com fibrose cistica

Título alternativo Pulmonary rehabilitation program: an adaptation to cystic fibrosis children
Autor Cunha, Maristela Trevisan Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos: Avaliar a adaptacao e aceitacao de criancas e adolescentes portadoras de fibrose cistica ao programa de reabilitacao pulmonar desenvolvido para adultos com doenca pulmonar obstrutiva cronica (DPOC). Casuistica e metodos: 11 portadores de fibrose cistica (sete do sexo feminino) entre 8 e 16 anos (11,4 n 1,7), foram submetidos a avaliacao da condicao pulmonar (espirometria, medidas de pressoes inspiratorias e expiratorias maximas) e fisica (antropometria, testes da caminhada de seis minutos, incremental de membros superiores e inferiores, endurance e avaliacao da atividade de vida diaria). 0 programa constitui-se de duas visitas semanais, por um mes, com exercicios de aquecimento, alongamento, para membros superiores (diagonal com 50 por cento do peso do teste incremental) e inferiores na esteira (com aumentos semanais progressivos com 50 por cento,60 por cento, 70 por cento e 80 por cento da carga obtida no teste incremental) e aulas semanais sobre fibrose cistica, fisioterapia respiratoria, exercicios fisicos e conservacao de energia. Ao termino, os pacientes e os responsaveis, respondendo questionarios especificos, avaliaram o programa. Resultados: Cinco pacientes eram desnutridos, 10/11 eram colonizados por P. aeruginosa e 7/11 por S. aureus, com score de Shwachman variado entre 40 e 90 e mediana 65. Dez entre 11 pacientes apresentavam doenca obstrutiva leve a moderada (VEF, 62,4 n 22,3 por cento). Durante a avaliacao dos dois testes da caminhada de seis minutos, nao houve variacao significativas nas distancias medias percorridas ( 586,2 n 69,5 e 604,6 n 66,2 m; p =0,36) e entre os parametros clinicos (FC, Sp02, f, PA, Borg para dispneia e para cansaco nos membros inferiores e PFE). Foram realizadas tres medidas de pressoes maximas inspiratorias (79,5 n 24,1 cm H20) e expiratorias (98,6 n 28,1 cm H20). No teste incremental dos membros superiores, sete criancas alcancaram pesos maximos de ate 250 gramas e quatro de 500 gramas...(au)
Palavra-chave Centros de Reabilitação
Exercício
Fibrose Cística
Criança
Idioma Português
Data de publicação 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 123 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 123 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18258

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta