Perfil dos glicosaminoglicanos da lâmina própria da gengiva de ratas em estro-permanente, ooforectomizadas e tratadas com estrogênio isolado ou associado a dexametasona

Perfil dos glicosaminoglicanos da lâmina própria da gengiva de ratas em estro-permanente, ooforectomizadas e tratadas com estrogênio isolado ou associado a dexametasona

Título alternativo Glycosaminoglycan profile in gingiva of persistent estrous and ovariectomized rats treated with unopposed estrogen or associated to dexametasone
Autor Calio, Pedro Luiz Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Simões, Manuel de Jesus Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Procurou-se avaliar neste estudo, sob o ponto de vista ultra-estrutural, com a utilizacao do azul de cuprolinico, a presenca de glicosaminoglicanos na gengiva de ratas ooforectomizadas e tratadas com estrogenio ou estrogenio associado a dexametsona. Para isso foram utilizadas 12 ratas em estro permanente (1 ,5 mg por animal de propionato de testosterona, s.c., no dia do nascimento). Ao atingirem 90 dias de idade, os animais foram divididos em quatro grupos: Grupo I - ratas em estropermanente; Grupo II -ratas em estro-permanente e submetidas a ooforectomia bilateral; Grupo III - ratas em estro permanente e submetidas a ooforectomia bilateral (21 dias) e que receberam benzoato de estradiol por cinco dias -consecutivos (10 mg/animal por dia); Grupo IV - ratas em estro-permanente, submetidas a ooforectomia bilateral (21 dias) e que receberam estrogenio (10 mg/animal por dia) associado a dexametasona, por cinco dias consecutivos (0,8 mg/animal por dia). Os animais foram sacrificados no 2Gº dia apos a ooforectomia, ou 24 horas apos a ultima administracao da droga, e foram retirados d mandibula, fragmentos da parte da gengiva da face lingual de molares inferiores de ambos os lados e imediatamente mergulhados em solucao de glutaraldeido 2,5 por cento segundo a metodologia preconizada por VAN KUPPEVELT et ai. (1984) Alguns fragmentos foram submetidos a tratamento enzimatico pela condroitinas ABC e AC. Em seguida todos os fragmentos foram submetidos ao metodo do azul de cuprolinico de acordo com a tecnica da concentracao eletrolitica critica d Scott (0,3 M, M9C12) para evidenciacao dos glicosaminoglicanos e processado para inclusao em microscopia eletronica de transmissao. Os resultados mostraram, em todos os grupos, precipitados em forma de bastao eletrodenso de tamanho variavel, espalhados pela matriz extracelular, em contato com a superficie das celulas, fibrilas colagenas e/ou lamina basal. Alem dos elementos fibrilares e dos bastoes, notaram-se espacos e...(au)
Palavra-chave Gengiva
Histocitoquímica
Estrogênios
Dexametasona
Idioma Português
Data de publicação 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 82 p. ilustabgraf.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 82 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18248

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta