Da disfuncao vestibulo-oculomotora em criancas com migranea sem aura a vestibulometria com vectoeletronistagmografia digital

Da disfuncao vestibulo-oculomotora em criancas com migranea sem aura a vestibulometria com vectoeletronistagmografia digital

Título alternativo On the vestibulo-oculomotor dysfunction in the vestibular evaluation with computerized vectoeletronystagmography in children with migraine witthout aura
Autor Bohlsen, Yara Aparecida Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Verificar quais sao os sinais de disfuncao vestibulo-oculomotora a vestibulometria, com o equipamento de vectoeletronistagmografia digital VECWIN (Neurograff Eletromedicina Ind. e Com. Ltda.), que podem ocorrer em criancas de seis a 12 anos de idade com hipotese diagnostica de migranea sem aura. Metodo: Foram examinadas 46 criancas de ambos os sexos, sendo 23 com hipotese diagnostica de migranea e 23 pertencentes ao grupo controle. Todas as criancas foram submetidas a anamnese, exame otorrinolaringologico, exame audiologico com medidas de imitancia acustica e vestibulometria com vectoeletronistagmografia digital. Resultados: O grupo controle e o grupo migranea apresentaram limiares tonais, de reconhecimento de fala, indice percentual de reconhecimento de fala e medidas de imitancia acustica dentro dos padroes de normalidade. O grupo migranea apresentou 86,9 por cento de casos com tontura rotatoria ou nao-rotatoria, e 78,3 por cento de casos com desconforto em veiculos em movimento. A vestibulometria mostrou diferencas significantes entre o grupo controle e o grupo migranea quanto a velocidade e precisao dos movimentos sacadicos fixos, velocidade da componente lenta do nistagmo optocinetico, predominio labirintico e preponderancia direcional do nistagmo pos-calorico. Conclusoes: Os sinais a vestibulometria com a vectoeletronistagmografia digital VECWIN, que podem ocorrer em criancas de seis a 12 anos de idade com migranea sem aura, sao: nistagmo de posicionamento sugestivo de vertigem posicional paroxistica benigna e alteracoes de latencia, velocidade e precisao dos movimentos sacadicos fixos e randomizados, do ganho do rastreio pendular, da velocidade angular da componente lenta e da preponderancia direcional do nistagmo optocinetico, da preponderancia direcional do nistagmo per-rotatorio na prova rotatoria pendular decrescente a estimulacao dos canais semicirculares laterais, do predominio labirintico ou preponderancia direcional e hiper-reflexia ou hiporreflexia do nistagmo pos-calorico
Palavra-chave Transtornos de Enxaqueca
Eletronistagmografia
Criança
Tontura
Vertigem
Idioma Português
Data de publicação 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 70 p. tab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 70 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18245

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta