Efeito do diabetes mellitus materno sobre a termorregulacao da prole

Efeito do diabetes mellitus materno sobre a termorregulacao da prole

Título alternativo Effects of maternal diabetes mellitus on pups thermoregulation
Autor Guimaraes, Andrea Fraga Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O diabetes mellitus materno pode gerar alteracoes metabolicas na prole tanto no periodo neonatal como na vida adulta. Especula-se que as condicoes intra-uterinas podem comprometer a capacidade termogenica da prole. Com o objetivo de avaliar o efeito do diabetes mellitus materno sobre a termorregulacao da prole induzimos diabetes em ratas adultas Wistar EPM-1 com estreptozotocina (60mg/g). Os animais do grupo controle receberam volume equivalente de solucao tampao citrato pH 4,5. Quinze dias apos a confirmacao do diabetes mellitus, definido por glicemia superior a 250 mg/dl, as ratas foram submetidas as devidas condicoes para copula, comprovada f posteriormente por esfregaco vaginal. Os animais diabeticos receberam durante todo o periodo 1 unidade de insulina diariamente e os animais do grupo controle receberam o volume equivalente de solucao salina. Apos o parto foram selecionados aleatoriamente 6 filhotes femeas para que nao houvesse diferenca na nutricao da prole durante a lactacao, periodo em que a prole teve seu peso corporal medido diariamente. No desmame (28º dia) os animais foram colocados em gaiolas metalicas individuais em camara termica com temperatura ambiente de 25ºC. No 60º dia de vida metade da ninhada, escolhida de maneira aleatoria, foi levada para uma camara termica a 5ºC, la permanecendo ate o 90º dia de vida. Assim formaram-se quatro grupos experimentais (filhos de maes controles e diabeticas aclimatados a 25ºC e 5ºC). Durante todo o experimento os animais tiveram o peso corporal e inGestão alimentar medidos e no periodo de aclimatacao determinou-se seu balanco energetico. Os animais foram sacrificados no 90º dia de vida para a coleta de sangue e preparo a carcaca para dosagem calorimetrica e determinacao de gordura e proteina corporal. Amostras de sangue foram utilizadas para determinacao da glicemia dos animais. Os animais filhos de maes diabetica apresentaram peso corporal menor que seus controles durante todo experimento. Nao houve efeito do diabetes materno sobre a balanco energetico de filhos aclimatados a 25ºC e 5ºC. Entretanto, assim como esperado, o frio gerou aumento na inGestão alimentar e no gasto energetico, bem como reducao na efiCiência metabolica caracterizada por menor ganho de...(au)
Palavra-chave Metabolismo Energético
Diabetes Gestacional
Regulação da Temperatura Corporal
Idioma Português
Data de publicação 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 170 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 170 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18230

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta