Estudo morfologico dos orgaos genitais masculinos de Meleagris gallopavo(Phasianidae-Galliformes), com enfase no testiculo

Estudo morfologico dos orgaos genitais masculinos de Meleagris gallopavo(Phasianidae-Galliformes), com enfase no testiculo

Título alternativo Morphologic study of the male genitl organs of Meleagris gallopavo(Phasianidae-Galliformes), with emphasis on the testicle
Autor Maruch Tonelli, Sandra Maria das Gracas Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Com o objetivo de contribuir para o conhecimento da biologia reprodutiva do peru Meleagris gafopavo, descreveu-se, nesta pesquisa, a morfologia, histoquimica e morfometria de orgaos genitais masculinos desta especie, utilizando as tecnicas histologicas de rotina, coloracoes histoquimicas e analises morfometricas. O testiculo, epididimo e ducto deferente sao orgaos pares, situados simetricamente de cada lado da linha mediana corporal, no interior da cavidade celomatica. Revestido por delicada tunica albuginea, o testiculo apresenta riqueza em tubulos seminiferos (76,4 por cento do conteudo testicular) e escasso tecido intertubular. No epitelio seminifero sao observadas celulas de Sertoli; espermatogonias (A escura, A clara 1, A clara 2 e 13); espermatocitos e espermatides, em 13 etapas de diferenciacao. O ciclo do epitelio seminifero apresenta 11 estagios, descritos de acordo com as mudancas observadas no acrossoma, forma do nucleo e aspecto da cromatina das espermatides, durante a espermiogenese. O epididimo e constituido pela rede testicular ductulo eferente, ductulo de ligacao e ducto epididimario, mostrando diferencas no epitelio de revestimento, de acordo com a estrutura analisada A positividade aos metodos histoquimicos observada na tunica albuginea, tecido conjuntivo peritubular e membrana basal do epitelio dos tubulos seminiferos e dos componentes das vias genitais, indica presenca de glicosaminoglicanas caboxiladas, sulfatadas, bem como glicoproteinas' ricas em acido sialico. O epitelio seminifero e negativo aos metodos do acido periodicoreativo de Shiff (PAS) e do azul de Alcian. O epitelio dos ductulos eferentes e o unico do epididimo que mostra caracteristicas de celulas secretoras de glicoproteinas neutras. Revestido por epitelio pseudoestratificado prismatico, o ducto deferente e longo e abre-se no urodeo da cloaca, atraves de papila. E positivo aos metodos histoquimicos somente nos segmentos medio e caudal, sendo capaz de secretar glicosaminoglicanas caboxiladas, sulfatadas e glicoproteinas ricas em acido sialico...(au)
Palavra-chave Testículo
MORFOLOGIA
Espermatogênese
Epididimo
Ducto Deferente
Aves
Idioma Português
Data de publicação 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 163 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 163 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18220

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta