Histona deacetilase 1 em carcinomas espinocelulares de cabeca e pescoco

Histona deacetilase 1 em carcinomas espinocelulares de cabeca e pescoco

Título alternativo Histone deacetylase 1 in head and neck squamous cell carcinomas
Autor Von Glehn, Cristina Kohmann Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: No Brasil, a mortalidade por cancer de cabeca e pescoco e de 36 a 50!100000 habitantes nos grandes centros, atingindo o segundo lugar de mortalidade por neoplasia em homens adultos. No entanto, sua incidencia cresceu em paises desenvolvidos principalmente em individuos mais jovens sem exposicao a fumo ou alcool. A susceptibilidade do hospedeiro deve entao ter um peso neste equilibrio. Uma das linhas de pesquisa mais atuais concentra-se em proteinas nucleares que controlam a transcricao/traducao de DNA, as histonas, que estao envolvidas com o empacotamento de DNA e controle de sua transcricao. Ate o momento, foram identificados oito tipos diferentes de histonas deacetilases (HDACs), relacionadas com reprimir a transcricao. A mais estudada, a HDAC1, e recrutada por repressores de transcricao, e esta descontrolada em varios tipos de cancer. Ela interfere na atividade de proteinas reconhecidamente fundamentais na genese do cancer, incluindo a proteina do retinoblastoma (Rb) e da proteina supressora de tumor p53. A atividade da HDAC e inibida por varios agentes, os quais atuam seletivamente em 2 dos genes expressos em celulas tumorais, resultando numa gama de efeitos que incluem diferenciacao ou parada do crescimento celular, e apoptose em tecidos neoplasicos, dependendo da concentracao e tempo de exposicao. Protocolos clinicos recentes mostram resultados promissores de tratamento contra o cancer com inibidores de HDAC. Mesmo com todos estes avancos, o papel da HDAC1 em carcinomas de cabeca e pescoco nao foi totalmente esclarecido. Nos propusemos analisar a expressao de HDAC1 em carcinomas espinocelulares de cabeca e pescoco, tambem de acordo com a topografia do tumor. Metodo: RNA foi extraido de amostras tecido tumoral de 30 pacientes portadores de carcinomas de cavidade oral (exceto labio), faringe, laringe e seios da face. 5 pacientes foram excluidos devido a alteracoes teciduais. A expressao de HDAC1 apos reacao em cadeia da polimerase acoplada a transcricao...(au)
Palavra-chave Histona Desacetilases
Neoplasias de Cabeça e Pescoço
Rearranjo Gênico
Idioma Português
Data de publicação 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 69 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 69 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18167

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta