Impacto da deteccao de micrometastases em linfonodo sentinela por RT-PCR na recorrencia do melanoma cutaneo: revisao sistematica da literatura e metanalise

Impacto da deteccao de micrometastases em linfonodo sentinela por RT-PCR na recorrencia do melanoma cutaneo: revisao sistematica da literatura e metanalise

Título alternativo Relevance of micrometastases detected on sentinel node by RT-PCR on melanoma recurrence: systematic review and meta-analysis
Autor Silva, Allisson Monteiro da Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O melanoma cutaneo (MC) apresenta importante mortalidade e morbidade. Nos ultimos 50 anos, sua incidencia vem aumentando no mundo todo. Atualmente, cerca de 90 por cento deles sao diagnosticados pelo exame clinico, muitos ainda na forma localizada. A biopsia de linfonodo sentinela trouxe uma nova e interessante abordagem para MC localizado. Objetivo: Definir o real valor do diagnostico de micrometastases pela reacao de transcriptase reversa associada a reacao de polimerizacao em cadeia (RT-PCR) em linfonodo sentinela (LS) na recorrencia do melanoma cutaneo (MC). Metodo: Revisao sistematica da literatura e metanalise. Cochrane Library, Medline, Embase e Lilacs foram as bases de dados pesquisadas. Foram utilizadas as seguintes palavras-chave: sentinel node and melanoma, sentinel node and RT-PCR, melanoma and RT-PCR. Fez-se selecao de estudos prognosticos tipo coorte, abrangendo pacientes portadores de MC submetidos a biopsia de LS. 0 exame do LS incluiu analise por hematoxilina-eosina (HE), imunohistoquimica (IHC) e RT-PCR. A metanalise foi realizada atraves do software REVEMAN (Review manager 4.1-c; Cochrane Collaboration) com avaliacao de odds rafou (OR) e risco relativo (RR), utilizando modelo de efeito fixo e randomico. Resultados: Entre 1.542 referencias, quatro foram eleitos. Os quatro estudos combinados foram estatisticamente homogeneos (x2 = 2,66, p=0,44 para OR e 7,2 = 3,17, p=0,37 para RR). A casuistica totalizou 450 pacientes. Esses pacientes foram distribuidos em tres grupos: 163 tiveram LS negativo pelo HE e IHC, sendo positivo pela RT-PCR; 192 tiveram LS negativo pelo HE, IHC e RT-PCR e 95 tiveram LS positivo pelo HE elou IHC. Apenas os dois primeiros grupos foram objetos de nossa analise. A metanalise utilizando modelo randomico mostrou impacto da RT-PCR positiva na taxa de recorrencia (OR = 3,0 [1.16, 7.78] e RR = 2.55 [1.06, 6.12]). Resultado similar ocorreu na metanalise...(au)
Palavra-chave Linfonodos
Reação em Cadeia da Polimerase Via Transcriptase Reversa
Idioma Português
Data de publicação 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 65 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 65 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18152

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta