Acao do extrato de cerdas de lagarta Lonomia obliqua sobre o fator XIII da coagulacao sanguinea

Acao do extrato de cerdas de lagarta Lonomia obliqua sobre o fator XIII da coagulacao sanguinea

Título alternativo Action of Lonomia obliqua crude bristle extract on blood clotting factor XIII
Autor Ribeiro, Ana Laura Quintana Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Lonomia e um genero de lagartas que em contato com a pele humana causa uma i severa sindrome hemorragica, e no Sul do Brasil, estes acidentes sao devidos a Lonomia obliqua, e o seu veneno induz uma coagulopatia de consumo. Acidentes i semelhantes, causados pela Lonomia achelous, ocorrem na Venezuela e sao induzidos por fibrinolise primaria devido a proteinas fibrinoliticas capazes de degradar o Fator XIII (FXIII). Objetivo: analisar a acao do extrato de cerdas da Lonomia obliqua sobre a atividade do FXIII plasmatico, uma enzima que esta envolvida nos mecanismos de coagulacao e fibrinolise. Metodos: A influencia do veneno sobre o FXIII foi analisada de duas formas: in vitro e in vivo. Para a realizacao dos experimentos in vivo, o FXIII foi purificado e incubado por 4 horas a 37 ºC e esta mistura foi submetida a cromatografia em gel filtracao, eletroforese em SDS-PAGE, e dosagem da atividade do FXIII pelos metodos da incorporacao de monodansil cadaverina, hidrolise de substrato peptidico e dissolucao do coagulo atraves do ensaio com mono iodoacetato. Para a realizacao dos experimentos in vivo, ratos foram injetados com o extrato das cerdas de Lonomia ( obliqua e alguns parametros da coagulacao tais como fibrinogenio, tempo de sandramento, tempo de protrombina e niveis de FXIII foram avaliados. Resultados: De acordo com os experimentos de cromatografia e eletroforese verificou-se que nao houve degradacao ou formacao de complexos quando o FXIII purificado foi incubado como veneno. Alem disso, um outro fator relevante para a evidencia de que nao houve interacao foi a manutencao da atividade do FXIII apos a incubacao. Em experimentos in vivo, o plasma de ratos envenenados apresentou niveis de FXIII reduzidos quando o fibririogenio foi totalmente consumido. Contudo, quando FXIII foi medido em plasma depletado de fibrinogenio, os niveis encontrados eram semelhantes ao controle normal. Conclusao: A reducao dos niveis do FXIII observada no plasma de ratos envenenados, provavelmente deve ser causada pela coagulopatia de consumo que o veneno induz e nao pela inibicao ou degradacao do FXIII plasmatico. No extrato de cerdas de L. obliqua nao estao presentes proteinas capazes de degradar o FXIII
Palavra-chave Fator XIII
Coagulação Sanguínea
Venenos
Fibrinólise
Hemorragia
Idioma Português
Data de publicação 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 60 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 60 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18137

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta