Os estoques intracelulares de cálcio e a apoptose na musculatura lisa do cólon de ratos senescentes

Os estoques intracelulares de cálcio e a apoptose na musculatura lisa do cólon de ratos senescentes

Título alternativo Ca2+ of stocks intracellulares and apoptosis in the smooth musculature of colon in senescents rats
Autor Lopes, Guiomar Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Jurkiewicz, Aron Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Com o objetivo de detectar alteracoes na musculatura lisa intestinal pelo envelhecimento, estudamos simultaneamente a contracao e a mobilizacao de Ca2+, com o indicador fura-2 no colon de rato, em varias condicoes experimentais. Alem disso, estudamos as mudancas de potencial de membrana e abertura do poro de transicao de permeabilidade (PTP) mitocondrial, usando o indicador TMRE em microscopia confocal. Estudamos tambem a ultra-estrutura das mitocondrias e quantificamos celulas apoptoticas. Verificamos que: 1-o agonista muscarinico MeCh produziu nos animais velhos, em liquido normal (LN), maior contracao fasica do que nos animais adultos. Entretanto, a contracao sustentada e o aumento transiente do Ca 2+ foram semelhantes em velhos e adultos. Alem disso, o efeito maximo foi atingido mais rapidamente para a fluorescencia do que para a contracao, sem diferencas significantes entre velhos e adultos. 2- a Tapsigargina (Tap), que bloqueia a captacao de Ca2+ pelo reticulo sarcoplasmatico, produziu oscilacoes de Ca2+, que corresponderam a contracoes espontaneas, com grandes variacoes individuais, mas sem diferencas detectaveis entre velhos e adultos. Por outro lado, observamos que a contracao produzida pelo MeCh na presenca da Tap, nao se alterou, continuando maior em animais velhos. 3- a cafeina, utilizada para avaliacao do estoque de Ca 21 sensivel a rianodina, produziu aumento transiente de Ca 2+ e contracao nos dois grupos de animais (adultos e velhos). Por outro lado, reduziu a contracao e o aumento transiente de Ca 2+ produzido pelo MeCh, tanto nos animais adultos como nos velhos. Apos a reducao, nao foi possivel detectar diferencas entre velhos e adultos, possivelmente devido a grande variacao individual. 4- O protonoforo FCCP promoveu aumento do transiente de Ca2+ e da contracao, que foram maiores nos animais velhos que nos adultos. Por outro lado, nao foi possivel detectar alteracoes significativas no efeito do MeCh, tanto em relacao ao controle, quanto entre velhos e adultos, possivelmente devido a grande variacao individual. 4- Como esperado, tanto a contracao como a fluorescencia por MeCh nao foram reduzidas significantemente em LOCa. Pelo contrario, houve um aumentos das...(au)
Assunto Envelhecimento
Colo
Mitocôndrias
Apoptose
Cálcio
Músculo liso
Idioma Português
Data 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 124 p. ilustab.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 124 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18105

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)