Caracterização funcional do LOPAP (ativador de protrombina da lagarta Lanomia oblíqua)

Caracterização funcional do LOPAP (ativador de protrombina da lagarta Lanomia oblíqua)

Título alternativo Characterization functional of LOPAP(Lanomia obliqua prothrombin activator protease)
Autor Fritzen, Marcio Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Chudzinski-Tavassi, Ana Marisa Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A lagarta Lonomia obliqua é encontrada no sul do Brasil, e o contato da pele humana com suas cerdas, em forma de "espinhos", causa entre outros sintomas, uma severa síndrome hemorrágica devido a coagulopatia de consumo, ocasionada por procoagulantes (ativadores de protrombina e fator X da coagulaçao. Na Venezuela, uma outra espécie de lagarta, a Lonomia achelous, é responsável por acidentes semelhantes, porém, a síndrome hemorrágica foi atribuída a uma fibrinólise primária desencadeada por proteínas fibrinolíticas capazes de degradar o Fator XIII da coagulaçao. Objetivo: Caracterizaçao estrutural e funcional do Lopap (ativador de protrombina), presente no extrato bruto de cerdas da L. obliqua. Métodos: O extrato de cerdas foi preparado em tampao salina-fosfato pH 7,4 e submetido a uma cromatografia de gel filtraçao em Sephadex G75 em tampao Tris-HCI 50 mM, NaCI 100 mM pH 8,0. Após diálise e concentraçao, o pool das fraçoes ativas foi submetida a uma cromatografia de troca iônica (PA-DEAE) eluída com um gradiente linear de NaCI (0-500 mM). As fraçoes ativas foram concentradas e submetidas a uma fase reversa em HPLC (coluna C4) eluída com um gradiente linear de acetonitrila (35-55 por cento) e a fraçao ativa foi recromatografada e eluída com um gradiente linear de acetonitrila (43-53 por cento). A atividade do extrato e das fraçoes eluídas foi monitorada pela capacidade de geraçao de trombina a partir de protrombina humana usando o substrato cromogênico S-2238. Foi determinado o pl do Lopap e foram realizados ensaios de atividade enzimática e determinaçao do ponto de hidrólise de substratos fluorogênicos sintetizados com seqüências baseadas nos sítios de clivagem da protrombina, hidrólise da protrombina e análise dos fragmentos por SDS-PAGE, teste de atividade fibrinolítica sobre placas de fibrina humana, atividade na presença e ausência dos componentes do complexo protrombinase, atividade do LOPAP e da trombina formada na agregaçao plaquetária e inibiçao desta atividade pela antitrombina III. Com o extrato das cerdas foram realizados testes de atividade fibrinolítica sobre placas de fibrina humana, atividade fibrinogenolítica e coagulaçao do fibrinogênio purificado, atividade ativadora de plasminogênio e coagulaçao de plasma humano. Resultados: Foi purificada uma proteína de 69 kDa que possue um pl de 6,1 e com atividade procoagulante capaz de ativar o fator II em ensaios com substrato...(au)
Palavra-chave Coagulação Sanguínea
Protrombina
Plaquetas
Idioma Português
Data de publicação 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 110 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 110 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18084

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta