Acidentes não fatais em adolescentes escolares da terceira série do ensino médio do município de Belém, Pará 2000

Acidentes não fatais em adolescentes escolares da terceira série do ensino médio do município de Belém, Pará 2000

Título alternativo Nonfatal accidents in adolescents third-year high school students in the municipality of Belem, Pará, 2000
Autor Carvalho, Maria Florinda Pacha Penna de Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Puccini, Rosana Fiorini Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos: conhecer a ocorrencia dos acidentes nao fatais em adolescentes escolares da 3. serie do ensino medio de Belem - PA, 2000; sua distribuicao segundo o sexo, tipo de escola e composicao do nucleo familiar; o local de ocorrencia e a demanda aos servicos de Saúde, com vistas a subsidiar propostas de intervencao. Metodos: estudo descritivo transversal, com amostra probabilistica realizada por conglomerados, obtida em multiplos estagios, da qual participaram 3.066 adolescentes escolares, na faixa de 16-i9 anos, matriculados na rede escolar publica e privada do Municipio. Os dados foram obtidos por meio de questionario de autopreenchimento para as informacoes sobre os acidentes ocorridos apos os 15 anos de idade. Resultados: seguindo a proporcao das escolas do Municipio, 80,4ºio dos adolescentes pertenciam a escolas publicas e 19,6ºio a particulares; 60,0 por cento eram do sexo feminino e 61,0 por cento residiam com pai e mae. A ocorrencia de acidentes encontrada foi de 69,7 por cento, levando-se em conta o relato de pelo menos um acidente nao fatal ocorrido dos 15-19 anos de idade. Os tipos mais comuns foram: traumatismo por queda e pratica esportiva, ferimento, queimadura, acidente de transito e mordedura por animal. Outros tipos de acidentes potencialmente graves, ocorreram com frequencia menor: choque eletrico, quase afogamento, intoxicacao, picada por peconhento e acidente com arma de fogo. A metade dos acidentes aconteceram fora do domicilio, representados sobretudo pelos traumatismos por queda e pratica esportiva e pelos acidentes de transito, enquanto, no domicilio predominaram os ferimentos e as queimaduras. A ocorrencia de acidentes foi maior entre os adolescentes escolares do sexo masculino (exceto das queimaduras) e entre os das escolas particulares. Nao houve diferenca estatisticamente significante, quanto a ocorrencia de acidentes, entre o grupo dos que residiam e dos que nao residiam, com um ou com ambos os genitores. Foram atendidos 1.471 acidentados pelo sistema de Saúde e 142 foram hospitalizados. Conclusao: a elevada ocorrencia de acidentes entre os adolescentes escolares deste estudo, corrobora a preocupacao com este importante problema de Saúde publica. Predominaram os relatos de traumatismos por queda e pratica esportiva, ferimentos, acidentes de transito, mordeduras por animais e queimaduras. A ocorrencia foi maior entre os adolescentes escolares do sexo masculino e os das escolas particulares...(au)
Palavra-chave Acidentes
Adolescente
Morbidade
Idioma Português
Data de publicação 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 81 p. tab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 81 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18069

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta