Resposta a imunizacao contra Haemophilus influenzae tipo b em criancas infectadas pelo virus da imunodefiCiência humana tipo 1(HIV-1)

Resposta a imunizacao contra Haemophilus influenzae tipo b em criancas infectadas pelo virus da imunodefiCiência humana tipo 1(HIV-1)

Título alternativo Response to immunization against Haemophilus influenzae type b in HIV-1 infected children
Autor Pracanica, Alessandra Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos: Avaliar a resposta a imunizacao contra Haemophilus influenzae tipo b (Hib) em criancas infectadas pelo HIV-1 em uso de esquema anti-retroviral potente (HAART) e compara-la a resposta de criancas soro-revertidas e a de criancas sadias. Metodos: Foram estudadas 18 criancas infectadas pelo HIV (HIV), 32 criancas soro-revertidas (SR) e 27 criancas sadias do grupo controle (CT). A vacina contra Hib conjugada foi administrada aos 2, 4, 6 e aos 5 meses de idade. Coletas de sangue foram realizadas aos 9, 15, 18 e 24 meses de idade. As dosagens de anticorpos contra Hib foram feitas atraves de ELISA indireto. A avidez de anticorpos anti-Hib da classe IgG foi avaliada nos soros de 24 meses de idade. Resultados: Apos as 3 primeiras doses da vacina, a analise dos niveis medios de anticorpos aos 9 meses nao mostra diferenca significante entre os grupos CT (9,0 mg/mL) SR (18,3 mg/mL) e HIV(11,3 mg/mL) (ANOVA, p=0,28). Aos 15 meses, observa-se uma queda nos niveis de anticorpos mas sem diferenca significante entre eles: CT (6,4 mg/mL) SR(11,5 mg/mL) HIV cat. clinica N/A (25,4 mg/mL) e B/C ( 3,0 mg/mL) e H1V cat. imunologica 1(38,5 mg/mL) e 2/3( 2,7 mg/mL)(ANOVA p = 0,68 e p= 0,20 respectivamente). Aos 18 meses, apos o reforco da vacina, todos os grupos responderam bem e nao houve diferenca significante entre eles: CT (52,2 mg/mL) e SR (59,4 mg/mL) HIV cat. clinica N/A (91,9 mg/mL) e B/C(15,1 mg/mL) e HIV cat. Imunologica 1(121,2mg/mL) e 2/3 (16,7 mg/mL)(ANOVA, p = 0,35 e p 0,30; respectivamente) Aos 24 meses tambem nao foi encontrada uma diferenca significante entre os grupos: CT (16,4 mg/mL), SR (23,7 mg/mL) e HIV cat. clinica N/A (41,3 mg/mL) e B/C (3,3 mg/mL) e HIV cat. imunologica 1(37,3 mg/mL) e 2/3 (22,9 mg/mL) (ANOVA, p = 0,07 e p=0,13; respectivamente). Quando se compararam os 3 grupos longitudinalmente, houve diferenca dos niveis medios de anticorpos ao longo do tempo. Aos 15 meses os niveis foram menores que aos 18 meses (ANOVA com medidas repetidas, p= 0,02) e os niveis aos 18 meses foram maiores do que aos 24 meses (ANOVA com medidas repetidas, p<0,001). Os valores medios de avidez do grupo HIV (0,94) foram significantemente mais elevados do que os dos grupos CT (0,83) (Comparacao de Tukey, p=0,01) e SR (0,76) (Comparacao de Tukey, p=0,04). Conclusao: Criancas infectadas pelo HIV-1 em uso de terapia anti-retroviral potente respondem adequadamente a imunizacao contra Hib e produzem anticorpos anti-Hib da classe IgG que apresentam altos...(au)
Palavra-chave Haemophilus influenzae tipo b
HIV
Imunização
Anticorpos
Idioma Português
Data de publicação 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 108 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 108 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18029

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta