Relacao central: analise critica das definicoes e validade dos conceitos

Relacao central: analise critica das definicoes e validade dos conceitos

Título alternativo Centric relation: critical analysis of the definitions and validity of the concepts
Autor Naves, Rogerio Paisano Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Avaliacao critica da evolucao conceitual do termo relacao central com a intencao de identificar os parametros contidos nas definicoes a fim de favorecer um melhor entendimento do relacionamento maxilo-mandibular; promover uma melhor apreciacao do assunto, uma vez que se trata do termo mais polemico da odontologia. Metodo: Revisao da literatura com vistas a uma abordagem sistematica para a obtencao do carater evolutivo do termo identificando e classificando os parametros presentes nas definicoes da relacao central. Estes parametros foram identificados sob os aspectos anatomicos fixos e anatomicos variaveis dos constituintes da articulacao temporomandibular, sob a presenca ou nao de movimento articular, bem como a presenca de caracteristicas funcionais do sistema estomatognatico; aplicacao deste sistema de classificacao a profissionais cirurgioes dentistas e profissionais da area da Saúde para interpretacao dos resultados. Resultados: A partir da metodologia aplicada foi possivel encontrar as definicoes de relacao central contidas na literatura cronologicamente, bem como a evolucao do posicionamento anatomico dos constituintes da articulacao temporomandibular relacionados ao termo. Atraves da identificacao dos parametros contidos nestas definicoes e segundo um sistema de classificacao proposto pelo autor, foi avaliado o vies presente na interpretacao destes conceitos pelos cirurgioes dentistas em relacao a outros profissionais da area de Saúde, e principalmente foi possivel avaliar o aspecto funcional relacionado ao conforto do paciente e as condicoes adaptativas da articulacao temporomandibular na determinacao do melhor posicionamento maxilomandibular. Conclusao: Fica evidente a partir dos resultados, que os profissionais cirurgioes dentistas, devido a bagagem de informacoes relacionadas ao termo e a enorme heranca adquirida pela polemica das definicoes a que sao submetidos desde o inicio do curso de odontologia ate o exercicio de sua atividade clinica, apresentam posicionamento critico definido do relacionamento maxilomandibular e mostraram interpretacoes viciadas com relacao ao posicionamento maxilomandibular ideal. Atualmente apesar das inumeras definicoes, o fator funcional tornou-se imperativo no que diz respeito ao posicionamento maxilomandibular ideal. Esta visao funcionalista fica evidente a partir das definicoes de relacao central que passaram a incorporar situacoes
Palavra-chave Relação Central
Articulação Temporomandibular
Idioma Português
Data de publicação 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 68 p. tab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 68 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18022

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta