Associacao das vicilinas de sementyes de feijao-de-corda Vigna unguiculata (L.)WALP. com a matriz peritrofica das larvas da broca de cana-de-acucar Diatraea saccharalis (F.)

Associacao das vicilinas de sementyes de feijao-de-corda Vigna unguiculata (L.)WALP. com a matriz peritrofica das larvas da broca de cana-de-acucar Diatraea saccharalis (F.)

Título alternativo Association of vicilins seeds of Vigna unguiculata(L.) WALP. with peritrophic matrix of the larval sugar cane borer Diatraea saccharalis(F.)
Autor Mota, Antonio Chagas Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo As proteinas de reservas (vicilinas) das sementes de EPACE-10 e 1'81D1045 de Vigna unguiculata foram avaliadas quanto ao seu comportamento no tubo digestivo de larvas da broca da cana-se-acucar Diatraea saccharafs. As sementes de EPACE-10 e 1T81 D 1045 sao, respectivamente, susceptivel e resistente ao ataque por Callosobruchus MUCtrlatus. Amostras de viciinas purificadas dos dois cultivares foram incbadas com a matriz peritrofica das larvas da broca da cana e feitos varios bioensaios. A incubacao de solucao de vicilinas crescentes das vicilinas com a MP das larvas a temperatura ambiente por 15 minutos analisada por eletroforese com SDS, mostrou as bandas majoritarias de aproximadamente 50.000 (caracteristico das vicilinas) nao apareciam. So visualizava-se polipeptideos muito abaixo dessa faixa. Agora quando se incubava vicilina com MP das larvas a 55ºC em diferentes tempos; e aquecia-se parte da amostra apos a reacao, a eletroforese se apresentavam com um padrao totalmente diferente. Foi possivel visualisar que as vicilinas estavam sendo hidrolisadas por alguma protease da matriz peritrofica. Um fato interessante foi que quando as amostras incubadas eram aquecidas apos o tempo de reacao reapareceram as suas bandas majoritarias. Demonstrando que a maior parte das moleculas de vicilinas se ligam a MP de Diatraea saccharafs. Entao, as vicilinas ao entrarem em contato com a MP se ligam e tambem sao digeridas na matriz peritrofica deste inseto. Amostras de vicilinas com MP foram incubadas a diferrentes temperaturas (30, 40, 50, 60, 70 e 80ºC). A eletroforese deste bioensaio mostrou que esta protease e desnaturada na faixa dos 60ºC...(au)
Palavra-chave Insetos
Proteínas de Vegetais Comestíveis
Sementes
Idioma Português
Data de publicação 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 111 p. ilus.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 111 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18018

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta