Glossodinea: estudo das alteracoes bioquimicas na saliva e no soro em pacientes do sexo feminino

Glossodinea: estudo das alteracoes bioquimicas na saliva e no soro em pacientes do sexo feminino

Título alternativo Patientes with glossodynia show decreased level sulphate, increased activity of glandular kallikrein in the saliva and decreased levels of seum serotonin
Autor Loeb, Luana Mazzacoratti Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo No presente estudo, analise bioquimica da saliva deu-se com a verificacao do pH salivar, do perfil e do conteudo de proteinas totais, com a quantificacao de HA, caracterizacao de GAGs sulfatados e a atividade de calicreina glandular, em pacientes portadoras de Glossodinea e voluntarias sadias. Dosagens de serotonina no soro destas pacientes e no grupo controle foram realizadas. Apos este estudo, concluimos que a saliva das pacientes portadoras de Glossodinea exerce seu efeito tampao, pois seu pH exibe valores identicos ao da saliva de voluntarias sadias. Nao houve diferencas no perfil de proteinas totais na saliva de pacientes de Glossodinea e voluntarias sadias. A albumina foi a proteina predominante em todas as amostras. A analise quantitativa do HA na saliva de ambos os grupos, nao apresentou diferencas. A atividade da calicreina glandular na saliva mostrou-se alterada na Glossodinea (p=0,004), o que indica presenca de cininogenio livre, nao acoplado. Os niveis de CS na saliva de pacientes com Glossodinea estao diminuidos (p=0,0059), e quando associados ao aumento da atividade de TK, tem-se maior quantidade de cininogenio livre. Havendo mais cininogenio livre, a concentracao de substrato estaria aumentada, o que promove o aumento da atividade da calicreina glandular, encontrada na saliva de pacientes com Glossodinea. Tal condicao indica um aumento na liberacao de bradicinina, promovendo a dor oral, A serotonina serica foi dosada nas pacientes portadoras de Glossodinea e voluntarias, cujos valores indicam diferencas significativas (p=0,047) entre os dois grupos. Logo, concluimos que, o quadro depressivo dos pacientes refere-se ao desconforto causado pelos sintomas da sindrome, e ao insucesso no tratamento
Palavra-chave Glicosaminoglicanas
Ácido Hialurônico
Condroitina
Calicreínas Teciduais
Serotonina
Idioma Português
Data de publicação 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 124 p. ilus.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 124 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18012

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta