Qualidade de vida dos cuidadores de pacientes com insuficiência renal crônica em hemodiálise

Qualidade de vida dos cuidadores de pacientes com insuficiência renal crônica em hemodiálise

Título alternativo Quality of life patient's caregivers with chronic renal failure in hemodialysis
Autor Belasco, Angélica Gonçalves Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Sesso, Ricardo de Castro Cintra Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O objetivo deste estudo foi descrever as caracteristicas cuidadores de pacientes com IRCT em hemodialise, para avaliar a sobrecarga a eles imposta, sua qualidade de vida (QV) e investigar os fatores que influenciam essa sobrecarga. Foram estudados um total de 100 pacientes, provenientes de tres unidades de hemodialise, da cidade de São Paulo, e seus respectivos cuidadores. A QV dos pacientes e cuidadores foi medida por intermedio do questionario SF-36 (Medical Outcomes Survey Short-Form) e a sobrecarga subjetiva dos cuidadores foi avaliada pelo questionario Cargiver Burden Scale, cujos escores variam de 1 a 4, cujos valores maiores indicam uma maior sobrecarga. Grande parte cuidadores era composta de mulheres (84 por cento), casadas (66º/a), com media de idade de 46 anos (n2 anos) e com baixo nivel socioeconomico. Os tipos de vinculo mais frequentes entre pacientes e cuidadores foram: esposa (38 por cento) e filhos/filhas (27 por cento). A Saúde mental e a vitalidade dos cuidadores foram as dimensoes mais afetadas, conforme o SF-36 (media+EP dos escores = 64,4n1,8 e 66,6+1,7, respectivamente). A medianEP do escore total da sobrecarga vivenciada pelos cuidadores foi 2,07n0,05. A analise de regressao multipla revelou que os seguintes fatores foram independentes e significantemente preditivos de sobrecarga: Saúde mental do cuidador (R2=24 por cento), vitalidade do paciente (R2=10 por cento), ser mulher e esposa do paciente (R2=5 por cento), e a dor do cuidador (R2=3 por cento). Cuidadores de pacientes em hemodialise podem experimentar uma significante sobrecarga e, consequentemente, efeitos adversos na QV. Aspectos emocionais dos cuidadores (particularmente das esposas) e dos pacientes sao importantes fatores preditivos de sobrecarga. Intervencoes de suporte social e psicologico devem ser considerados a fim de melhorar a QV dos cuidadores e dos pacientes a eles vinculados
Palavra-chave Cuidadores
Carga de trabalho
Qualidade de vida
Diálise renal
Insuficiência renal crônica
Idioma Português
Data de publicação 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 84 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 84 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17976

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta