Estudo anatomo-radiologico da fabela em humanos adultos

Estudo anatomo-radiologico da fabela em humanos adultos

Título alternativo Anatomical and radiological study of fabella in human adult
Autor Pereira, Valdemir Rodrigues Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Estudar a frequencia da fabela e possiveis variacoes quanto ao lado, sexo, biotipo, idade, peso, estatura, forma, diametro da panturrilha e sua localizacao, buscando tambem determinar as medidas radiologicas de sua imagem. Metodos: Participaram desse estudo 120 voluntarios, com idade minima de 18 e maxima de 69, sendo 60 do sexo masculino e 60 do sexo feminino. Ambos os joelhos foram radiografados com o raio incidindo perpendicularmente ao eixo longitudinal do membro examinado, penetrando na face medial do joelho e atingindo o centro do chassi, com a perna do lado a ser radiografado permanecendo em completa extensao. Para nao ocorrer sobreposicao, o membro inferior do lado oposto foi flexionado. Resultados: Observamos que a fabela esteve presente em 26 (21,7 por cento) casos, sendo vista bilateralmente em 16 (15,0 por cento) casos. No sexo masculino a fabela estava presente em 16 (26,7 por cento) dos 60 casos estudados, enquanto no sexo feminino, dos 60 casos, 10 (19,7 por cento) apresentaram a fabela. Nos brevilineos, 6 (31,6 por cento) dos 19 casos apresentaram a fabela, nos longilineos em 3 (30,0 por cento) dos 10 casos, enquanto nos mediolineos a fabela foi observada em 17 (18,7 por cento) dos 74 casos. Quando relacionamos a presenca da fabela ao peso corporeo, a observamos em 2 (9,5 por cento) dos 21 casos com peso entre 40 e 59 Kg, estando presente em 3 (60,0 por cento) dos 5 casos com peso acima dos 100 quilos. Das 44 fabelas observadas, 30 (68,2 por cento) apresentaram forma ovalar, 12 (27,3 por cento) forma arredondada e 2 (4,5 por cento) tinham forma triangular. Nao observamos predominancia quanto ao lado, idade e estatura. A media da altura da fabela foi de 8,82 mm, com menor altura de 4,31 mm e maior altura de 12,70 mm. A media de espessura foi de 6,0 mm, com maior espessura de 9,98 mm e menor espessura de 2,61 mm. A media da area foi 46,85 mm2, com maior area de 90,17 mm2 e menor area de 8,60 mm2. Conclusoes: A fabela e um osso sesamoide inconstante que encontra-se presente com maior frequencia bilateralmente. Observamos maior tendencia de frequencia no sexo masculino, em brevilineos e em obesos. A forma mais frequente e a ovalar. Houve significancia estatistica ao estudarmos a correlacao entre a estatura e a altura, espessura e area da fabela do lado esquerdo no sexo masculino e tambem quando consideramos as medidas de ambos os sexos. Observamos significancia ao estudarmos a correlacao...(au)
Palavra-chave Ossos Sesamoides/anatomia & histologia
Anatomia
Radiologia
Idioma Português
Data de publicação 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 91 p. ilus.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 91 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17956

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta