Avaliacao videofluoroscopica da degluticao de pacientes com doenca de Parkinson submetidos a programas de reabilitacao fonoaudiologica pelo metodo Lee Silverman ounpor fonoterapia tradicional para degluticao

Avaliacao videofluoroscopica da degluticao de pacientes com doenca de Parkinson submetidos a programas de reabilitacao fonoaudiologica pelo metodo Lee Silverman ounpor fonoterapia tradicional para degluticao

Título alternativo Videofluoroscopy evaluation of swallowing of Parkinson's desease patients submited to speech rehabilitation program Lee Silverman method and swallow traditional rehabilitation
Autor Ferreira, Roberta Busch Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Investigar se a irradiacao toraco-abdominal de camundongos induz bloqueio na evolucao do LES em camundongos (NZB/NZW)F1 e a possivel participacao de celulas B-1 no processo. Metodos: Camundongos femeos da linhagem (NZB/NZW)F1, com 5 meses de , idades, foram irradiados com dose de 900 cGy na regiao toraco-abdominal, protegendo-se as medulas osseas dos membros anteriores e posteriores com peca de D 't, chumbo. Dois grupos de animais foram irradiados por nove meses sendo um grupo I irradiado a cada 15 dias e outro uma vez por mes. Foram realizados experimentos de citometria de fluxo e cultura de celulas B-1 de animais irradiados ou nao. Foi tambem realizada analise por imunofluorescencia indireta, da presenca de autoanticorpos no soro) dos animais tratados e controles. Os rins dos animais foram analisados por metodos histologicos convencionais Resultados: A sobrevida dos camundongos tratados com; irradiacao foi estatisticamente maior, quando comparada com aquela de camundongos nao tratados. Animais irradiados nao apresentaram sintomatologia lupica e niveis nao detectaveis de autoanticorpos circulantes. A analise histopatologica dos rins mostrou) diminuicao das lesoes glomerulares e do infiltrado de celulas inflamatorias nos animais tratados, em contraposicao aos glomerulos dos animais controles nao tratados. Celulas com caracteristicas de celula B-1 (Mac-1+ e IgM+) analisadas por FACs, estavam presentes na cavidade peritoneal de animais (NZB/NZW)Fl e BALB/c. jovens. A irradiacao desses animais determinou o desaparecimento de celulas B-1 da cavidade peritoneal de camundongos BALB/c mas nao de animais da linhagem (NZB/NZW)F1. Camundongos i (NZB/NZW)F1, com 13 meses de idade, mostraram elevado numero de celulas B-1 na cavidade peritoneal mesmo apos 9 meses de tratamento. Conclusoes: 0 metodo de irradiacao desenvolvido em nosso laboratorio, em concordancia com dados da literatura (SROBER et al, 1985), impediu o desenvolvimento do LES em camundongos (NZB/NZW)F1. Foi, demonstrado) que) celulas B-1 desses, camundongos sao radiorresistentes. A possivel relacao entre a radiorresitencia de celulas B-1 em animais (NZB/NZW)F1 e evolucao do LES esta sendo investigada
Palavra-chave Doença de Parkinson
Deglutição
Transtornos de Deglutição
Reabilitação
Fonoterapia
Idioma Português
Data de publicação 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 97 p. tabgraf.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 97 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17936

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta