Estudo das pressoes no interior dos baloes de canulas endotraqueais em terapia intensiva e centro cirurgico

Estudo das pressoes no interior dos baloes de canulas endotraqueais em terapia intensiva e centro cirurgico

Título alternativo Study of the pressures inside the balloons of stems endotraqueais in intensive therapy and center surgical
Autor Aranha, Andre Galante Alencar Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Estudaram-se as pressoes no interior de baloes de canulas endotraqueais de 50 doentes intubados na terapia intensiva (grupo I) e 72 doentes intubados no centro cirurgico (grupo II). Testou-se manobra para obter a pressao minima no interior do balao de canula endotraqueal, necessaria para adequada ventilacao, sem vazamento de ar. Registrou-se a pressao inicial (P1) no interior dos baloes das canulas endotraqueais utilizando manometro digital graduado em centimetros de agua, acoplado a seringa de 15 mililitros. Aspirou-se secrecao da orofaringe. Com o meato acustico externo do examinador aproximado da boca do doente entre dez e vinte centimetros, conectando o manometro ao balao, este foi esvaziado lentamente, ate ouvir-se ruido em sopro, pelo vazamento do volume corrente no periodo inspiratorio do respirador. Neste momento encheu-se lentamente o balao ate desaparecer o ruido. Anotou-se a pressao final (P2) do balao e o volume de ar que restou na seringa do manometro (V). As medias das pressoes P1 no grupo I e II foram 85,3 e 56,2 cm de agua respectivamente. As medias de pressoes P2 no grupo I e II foram 26,7 e 15,5 cm de agua respectivamente. Apos a manobra o desvio padrao baixou de 56,3 para 8,2 no grupo I, e de 48.0 para 6,7 no grupo li. No grupo I a manobra reduziu o volume e a pressao dos baloes em 100 dos doentes e no grupo II em 97.3 por cento. Concluimos que os dois grupos estavam com pressoes no interior dos baloes em niveis acima dos necessarios para ciclagem do respirador sem perda do volume corrente. A manobra para manter a pressao no interior do balao foi simples e de custo pequeno
Palavra-chave Intubação Intratraqueal
Pressão
Cateterismo/instrumentação
Unidades de Terapia Intensiva
Centro Cirúrgico Hospitalar
Idioma Português
Data de publicação 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 49 p. ilustabgraf.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 49 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17932

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta