Avaliação histoquímica quantitativa do colágeno na fascia transversalis e na bainha anterior do músculo reto abdominal em doentes com hérnia inguinal

Avaliação histoquímica quantitativa do colágeno na fascia transversalis e na bainha anterior do músculo reto abdominal em doentes com hérnia inguinal

Título alternativo Quantitative histochemical analysis of colagen in fascia transversalis and anterior rectum sheath of patients with inguinal hernias
Autor Gonçalves, Rogério de Oliveira Autor UNIFESP Google Scholar
Silva, Evandro de Moraes E Autor UNIFESP Google Scholar
Marques, Tatiana Cunha Google Scholar
Lopes Filho, Gaspar de Jesus Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
UNIFOA Escola de Ciências Médicas de Volta Redonda
UNIFOA Escola de Ciências Médicas de Volta Redonda Departamento de Morfologia e Anatomia
Resumo BACKGROUND: To evaluate the role of colagen in etiopathogeny of inguinal hernias through quantitative histochemical analysis of the abdominal rectum sheaths and fascia transversalis. METHODS: Forty male patients with Nyhus type II and IIIa inguinal hernias, were operated, age ranged from 20 to 60 years, and ten control subjects with the same age were autopsied. Samples were collected from rectum sheaths and fascia transversalis from each group, and collored by the histochemical technique Picrocirius and morphometric analysis, which was carried out by using the image representation technique. These studies focused mainly on identify the possible quantitative changes in collagen in each of the two types of hernias compared to individuals without hernias. RESULTS: We found an increased collagen concentration in rectum sheath when compared to fascia transversalis in all groups studied. These diferences, however, was only estatistically significant in control group. We found no difference in collagen concentration in rectum sheaths and fascia transversalis from pacients with Nyhus type II or IIIa hernias. No diference in collagen concentration was found in hernias'group compared to control group. CONCLUSION: There was no statistically significant difference between the amount of collagen of abdominal rectum sheaths and of the fascia transversalis among patients with Nyhus type II and IIIa inguinal hernias and the amounts found in individuals without hernias.

OBJETIVO: Avaliar a participação do colágeno na etiopatogenia das hérnias inguinais, através da análise quantitativa histoquímica do colágeno na bainha anterior do músculo reto abdominal e na fascia transversalis MÉTODO: Foram operados quarenta doentes do sexo masculino, na faixa etária entre 20 e 60 anos, portadores de hérnia inguinal tipo II e IIIA de Nyhus e realizadas autópsias em dez cadáveres frescos, na mesma faixa etária. Em ambos os grupos, amostras da bainha anterior do músculo reto abdominal e da fascia transversalis foram colhidas, coradas pela técnica histoquímica do picrocírius e submetidas a análise morfométrica quantitativa através de sistema computadorizado com a finalidade de identificar possíveis alterações quantitativas do colágeno, em cada um dos dois tipos de hérnias em comparação com indivíduos sem hérnias. RESULTADOS: Encontramos maior concentração do colágeno na bainha anterior do músculo reto abdominal, em comparação a fascia transversalis em todos os grupos estudados, embora esta diferença tenha sido estatisticamente significante apenas no grupo controle. Não encontramos diferenças na concentração do colágeno, na bainha anterior do músculo reto abdominal e na fascia transversalis, entre os doentes com hérnias tipo II e tipo IIIA de Nyhus. Não encontramos diferenças na concentração do colágeno quando comparamos os grupos com hérnias com o grupo controle. CONCLUSÃO: Não encontramos diferenças na quantidade do colágeno na bainha anterior do músculo reto abdominal e na fascia transversalis entre os pacientes portadores de hérnia inguinal tipo II e IIIA de Nyhus em comparação com indivíduos sem hérnias.
Palavra-chave Inguinal hernia
Collagen
Fascia
Quantitative analysis
Hérnia Inguinal
Colágeno
Fáscia
Análise quantitativa
Idioma Português
Data de publicação 2003-08-01
Publicado em Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões. Colégio Brasileiro de Cirurgiões, v. 30, n. 4, p. 286-292, 2003.
ISSN 0100-6991 (Sherpa/Romeo)
Publicador Colégio Brasileiro de Cirurgiões
Extensão 286-292
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-69912003000400007
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-69912003000400007 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1793

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0100-69912003000400007.pdf
Tamanho: 39.45KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta