Vitamina C no estresse oxidadtivo em queratinócitos cultivados e submetidos a hipóxia

Vitamina C no estresse oxidadtivo em queratinócitos cultivados e submetidos a hipóxia

Título alternativo Oxidative stress in human keratinocyte culture submited to hypoxia and viatmin C
Autor Santos, Laelcio Lins Ramos dos Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Ferreira, Lydia Masako Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo [UNIFESP]
Pós-graduação Cirurgia Translacional – São Paulo
Resumo O presente estudo teve como objetivo verificar o efeito da Vitamina C em culturas de queratinocitos humanos submetidos a hipoxia gasosa, quanto a agressao celular e ao estresse oxidativo. O metodo constitui-se no isolamento e cultivo de queratinocitos humanos em 40 garrafas, que foram divididas em quatro grupos: controle, controle com vitamina C, hipoxia e hipoxia com vitamina C. Os queratinocitos foram submetidos a hipoxia por substituicao gasosa no interior das garrafas por uma mistura contendo 95 por cento de nitrogenio e 5 por cento de C02,durante 30 minutos. Foram avaliados a agressao celular atraves de dosagem DHL e o estresse oxidativo pela dosagem de MDA. Os resultados demonstraram que a hipoxia aumentou em cerca de 8 vezes a liberacao de DHL pelos queratinocitos e que a vitamina C foi eficaz em inibir esta agressao. Quanto a producao de radicais livres, a hipoxia dobrou os valores de MDA dos grupos controle, sendo que a vitamina C levou a um aumento de peroxidacao lipidica. Assim, concluimos que a vitamina C foi capaz de diminuir de maneira significante a agressao celular pela hipoxia, havendo entretanto piorado o estresse oxidativo (nao significante)
Palavra-chave Técnicas de cultura de células
Queratinócitos
Ácido ascórbico
Antioxidantes
Radicais livres
Idioma Português
Data de publicação 2002
Publicado em SANTOS, Laelcio Lins Ramos dos. Vitamina C no estresse oxidadtivo em queratinócitos cultivados e submetidos a hipóxia. 2002. 122 f. Tesse (Doutorado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2002
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 122 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17892

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Tese-7045.pdf
Tamanho: 583.0KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta