Estudo comparativo do comportamento de enxertos de cartilagem do septo nasal de coelhos posicionados no dorso nasal

Show simple item record

dc.contributor.advisor Settanni, Flávio [UNIFESP]
dc.contributor.author Souza, Marcia Maria Ale de [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T23:02:01Z
dc.date.available 2015-12-06T23:02:01Z
dc.date.issued 2002
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 2002. 114 p. ilustabgraf.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17818
dc.description.abstract Objetivo: Tendo em vista que a maioria dos trabalhos sobre os enxertos cartilaginosos na estrutura nasal resulta da observacao clinica, o proposito desta pesquisa foi avaliar, de modo qualitativo e quantitativo o comportamento do enxerto cartilaginoso posicionado no dorso nasal. Metodos: Foram utilizados 60 coelhos, divididos em tres grupos de 20 coelhos. No primeiro grupo foi realizado enxerto cartilaginoso do septo nasal autologo fresco, no segundo grupo foi utilizado enxerto cartilaginoso septal homologo preservado em alcool a 70 por cento por quatro serranas e no terceiro, enxerto cartilaginoso septal autologo preservado em alcool a 70 por cento tambem durante quatro semanas. Cada coelho recebeu dois enxertos no dorso nasal, um na forma amassada e o outro na forma nao amassada. Apos dezesseis semanas, os enxertos foram removidos para analise da presenca de calcificacao/ ossificacao dos enxertos, neoformacao cartilaginosa, bem como da area do enxerto, viabilidade dos condrocitos e espessura da capsula de tecido conjuntivo denso formada ao redor do enxerto. Resultados: 1. Nao ocorreu calcificacao / ossificacao em nenhum dos grupos; 2. Houve neoformacao cartilaginosa em todos os grupos; 3. 0 enxerto cartilaginoso septal autologo fresco foi superior na avaliacao da area recuperada e da viabilidade dos condrocitos em relacao aos enxertos cartilaginosos septal autologo e teologo -preservados; -4. Os enxertos cartilaginosos autologo e homologo preservados nao diferiram entre si em relacao a nenhum dos parametros analisados; 5. Os enxertos na forma amassada apresentaram resultados inferiores na avaliacao da area recuperada e da viabilidade dos condrocitos em comparacao aos nao amassados; 6. A espessura da capsula do tecido conjuntivo denso ao redor do enxerto nao apresentou diferenca significaste entre os grupos, nao compensando a maior reabsorcao sofrida pelas cartilagens preservadas em alcool a 70 por cento. Conclusoes: 0 enxerto cartilaginoso autologo fresco nao amassado foi superior aos enxertos cartilaginosos homologo e autologo preservados em alcool a 70 por cento e nao amassa-los, sendo que estes dois apresentaram resultados histologicos equivalentes entre si. Os enxertos na forma amassada apresentaram resultados inferiores em relacao aos nao amassados pt
dc.format.extent 114 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Coelhos pt
dc.subject Cartilagem pt
dc.subject Septo Nasal pt
dc.subject Transplante Autólogo pt
dc.subject Transplante Homólogo pt
dc.subject Rabbits en
dc.subject Cartilage en
dc.subject Nasal Septum en
dc.subject Transplantation, Autologous en
dc.subject Transplantation, Homologous en
dc.title Estudo comparativo do comportamento de enxertos de cartilagem do septo nasal de coelhos posicionados no dorso nasal pt
dc.title.alternative Comparative study of behavior of rabbits' septal cartilage grafts placed on the nasal dorsum en
dc.type Tese de doutorado
dc.identifier.file epm-017720.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus São Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM) pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account