Aspectos morfo-citoquímicos das células sanguíneas e ultra-estruturais de trombócitos e granulócitos do gavião carijó Buteo magnirostris (GMELIN, 1788) (AVE, FALCONIFORME)

Aspectos morfo-citoquímicos das células sanguíneas e ultra-estruturais de trombócitos e granulócitos do gavião carijó Buteo magnirostris (GMELIN, 1788) (AVE, FALCONIFORME)

Título alternativo Morpho-cytochemical aspects of blood cells and ultrastructural analysis of thrombocytes and granulocytes of gaviao carijo Buteo magnirostris (GMELIN, 1788) (AVE, FALCONIFORME)
Autor Santos, Antenor Aguiar Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Egami, Mizue Imoto Autor UNIFESP Google Scholar
Pós-graduação Morfologia e Genética - EPM
Resumo O Gavião carijó, Buteo magnirostris é uma das espécies de ave brasileira, cujos interesses estão prioritariamente voltados às pesquisas de natureza ecológica, taxonômica e de hábito alimentar. Quanto ao estudo do sangue periférico deste animal não foi possível constatar nenhuma referência de dados relativos à morfologia, citoquímica e à ultra-estrura das células sangüíneas. Objetivo: Analisar os aspectos morfo-citoquímico das células sangüíneas e ultra-estrutural de trombócitos e granulócitos do Gavião carijó Buteo magnirostris. Métodos: Foram utilizados doze exemplares provenientes do Departamento de Parques e Áreas Verdes (DEPAVE) da Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente do Município de São Paulo. Amostras de sangue periférico foram colhidas e imediatamente transferidas para tubos de ensaio contendo EDTA. Parte do volume foi utilizado para aplicação do corante vital pelo método de Laür, para a realização de extensões e aplicação dos métodos de Leishman e citoquímicos. O volume restante foi rapidamente centrifugado, o creme leucocitário fixado em Karnovsky e processado para a microscopia eletrônica de transmissão. Resultados e Conclusões: Após a aplicação dos métodos para análise estrutural, foi identificado no sangue periférico de Buteo magnirostris os seguintes tipos de células: eritrócitos, reticulócitos, trombócitos, três tipos de granulócitos (heterófilo, eosinófilo, basófilo) e dois tipos de leucócitos agranulócitos (monócito e linfócito). Quanto aos resultados citoquímicos foram observados: a) presença de glicogênio sob forma de grânulos no citoplasma dos trombócitos, heterófilos e eosinófilos; b) proteínas ricas em aminoácidos básicos nos heterófilos e eosinófilos; c) presença da mieloperoxidase nos eosinófilos; d) fosfatase ácida positiva nos trombócitos, heterófilos e linfócitos; e) sudanofilia nos grânulos dos eosinófilos. Ultra-estruturalmente foram identificados trombócitos elípticos pequenos, com núcleo parcialmente heterocromático e trombócitos esféricos grandes com núcleo predominantemente eucromático. Ambos os tipos apresentam características citoplasmáticas semelhantes, isto é, presença de vacúolos com grânulos pequenos elétron-densos, mitocôndrias, riqueza em vesículas do sistema tubular e microtúbulos marginais. Heterófilos esféricos, com núcleo chanfrado ou lobulado, caracterizado por apresentar grande quantidade de grânulos predominantemente fusiformes elétron-densos e outros menores variando quanto à forma, tamanho e elétron-densidade. Eosinófilos com núcleo lobulado e citoplasma com numerosos grânulos esféricos de tamanho considerável uniformemente elétron-densos. Basófilos com núcleo não lobulado, central, levemente indentado com nucléolo central e o citoplasma contendo três diferentes tipos de grânulos identificados de acordo com a elétron-densidade e o aspecto da matriz do grânulo.
Assunto Células sanguíneas
Granulócitos
Histocitoquímica
Blood cells
Granulocytes
Histocytochemistry
Idioma Português
Financiador Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Data 2001
Publicado em SANTOS, Antenor Aguiar. Aspectos morfo-citoquímicos das células sanguíneas e ultra-estruturais de trombócitos e granulócitos do gavião carijó Buteo magnirostris (GMELIN, 1788) (AVE, FALCONIFORME). Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2001.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 95 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17744

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: Tese-17744.pdf
Tamanho: 1.174Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)