Memoria, interacao e integracao em adultos e idosos de diferentes niveis ocupacionais

Memoria, interacao e integracao em adultos e idosos de diferentes niveis ocupacionais

Título alternativo Memory, interaction and integration in adults and elderly adults of different occupational levels
Autor Silveira, Katia Miriam de Melo Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Caracterizar os processos de Memoria, Interacao e Integracao em individuos adultos e idosos de diferentes niveis ocupacionais, na avaliacao simplificada do Processamento Auditivo Central e Teste Dicotico de Digitos, considerando .as variaveis sexo, faixa etaria e rebaixamento auditivo em altas frequencias. Metodos: Foram selecionados 137 individuos do sexo feminino e 89 do sexo masculino, sendo 97 individuos com idade menor que 55 anos e 129 individuos com idade maior ou igual a 55 anos, totalizando 226 individuos. A populacao total foi dividida em tres grupos, de acordo com a classificacao de ocupacao brasileira, proposta por Hutchinson, Castaldi (1960), que analisou e separou em categorias, conforme a escala de hierarquia de prestigio por profissoes. Todos os individuos foram submetidos, em avaliacao audiologica, a testes de memoria sequencial para sons verbais, nao-verbais, localizacao sonora e teste dicotico de digitos, nas etapas de Integracao Binaural e Escuta Direcionada para orelha direita e orelha esquerda. Resultados: Na analise dos resultados, verificou-se que nao houve diferencas quanto a variavel sexo. Entretanto, quando avaliamos o grupo etario, lado de orelha e niveis ocupacionais, observaram-se, diferencas estatisticamente significantes entre os individuos com piores resultados para orelha esquerda, em idosos e nos grupos de niveis ocupacionais de profissoes semi-especializadas e nao-especializadas. Quando analisamos o rebaixamento auditivo em altas frequencias, verificamos melhor desempenho, entre adultos e idosos, que ocupam cargos com niveis ocupacionais correspondentes a profissoes liberais e funcionarios de altos cargos administrativos. Conclusoes: A partir dos resultados obtidos, foi possivel concluir que os individuo que fazem uso diario de suas habilidades mentais apresentaram desempenho significativamente melhor, quando comparados com os individuos que ocupam cargo que nao exigem uso diario das funcoes mentais. Entretanto, devem ser utilizados niveis de corte diferenciados para os elevados niveis de ocupacao profissional, a fim de que erros diagnosticos possam ser minimizados
Palavra-chave Audição
Memória
Percepção Auditiva
Audiometria da Fala
Perda Auditiva de Alta Frequência
Idioma Português
Data de publicação 2001
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2001. 203 p. tabgraf.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 203 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17672

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta