Avaliação fenotípica e genotípica de leveduras isoladas da cavidade oral de pacientes com aids

Avaliação fenotípica e genotípica de leveduras isoladas da cavidade oral de pacientes com aids

Título alternativo Phenotypic and genotypic evaluation of yeasts isolated from oral cavity of aids patients
Autor Milan, Eveline Pipolo Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Colombo, Arnaldo Lopes Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos: 1. Caracterizar a distribuicao de especies, sorotipos, genotipos e perfil de susceptibilidade de amostras de Candida spp. coletadas da cavidade oral de pacientes com AIDS. 2. Avaliar o impacto da terapeutica anti-retroviral combinada sobre as caracteristicas microbiologicas da colonizacao e infeccao por leveduras na cavidade oral de pacientes com AIDS. Metodos: Conduzimos a coleta de amostras de acordo com dois desenhos: transversal e longitudinal. No estudo transversal foi realizada coleta unica de pacientes com AIDS e candidiase orofaringea, recrutados em 6 centros universitarios brasileiros. No estudo longitudinal foram realizadas tres coletas nos momentos zero, 6 e 12 meses, de pacientes com AIDS que estivessem na iminencia de iniciar terapeutica anti-retroviral combinada, recrutados de 2 centros universitarios brasileiros. A coleta do material de cavidade oral foi realizada com zaragatoa e o conteudo foi semeado em CHROMagar Candidar. As colonias de cor verde foram submetidas a prova de microcultivo e ao teste de crescimento em 42ºC. Isolados com crescimento reduzido a esta temperatura foram analisados por RAPD, com 2 primers, para identificacao de Candida dubliniensis. Aqueles que apresentaram crescimento a 42ºC e clamidoconidios foram identificados como Candida aibicans. Os isolados nao-albicans foram identificados pelo sistema ID32C (bioMerieux). Para identificacao dos sorotipos A e B de C. albicans foi empregado o sistema Candida Check (latron). Os testes de susceptibilidade aos antifungicos foram realizados atraves do metodo de microdiluicao em caldo (NCCLS). A cariotipagem eletroforetica foi utilizada para a determinacao do perfil genomico de C. albicans e C. dubliniensis. Resultados: No estudo transversal, um total de 130 cepas de Candida foram isoladas da cavidade oral de 116 pacientes. Candida albicans foi a especie mais frequente, contando com 90 por cento das amostras. O sorotipo A (74 por cento) predominou sobre o B e entre as especies nao-albicans, predominaram C. glabrata e C. tropicalis. Coinfeccao por mais de uma especie ou sorotipo de levedura na mesma coleta foi observada em 13 pacientes (11 por cento). Em relacao ao perfil de susceptibilidade, 14/130 (11 por cento) dos isolados foram S-DD ou resistentes aos azois, com maior resistencia das especies nao-albicans sobre C. albicans. No estudo longitudinal, foram avaliados 38 pacientes em uso de terapeutica anti-retroviral combinada durante 12 meses...(au)
Palavra-chave Candidíase
Mucosa bucal
Síndrome de imunodeficiência adquirida
Inibidores de proteases
Inibidores de transcriptase reversa
Idioma Português
Data de publicação 2001
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2001. 199 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 199 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17655

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta