Análise uni e multivariada dos fatores de risco para a ocorrência de óbito intra-hospitalar em pacientes submetidos ao tratamento cirúrgico da hemorragia digestiva aguda por varizes esofagogástricas pela operação sw Crawford modificada

Análise uni e multivariada dos fatores de risco para a ocorrência de óbito intra-hospitalar em pacientes submetidos ao tratamento cirúrgico da hemorragia digestiva aguda por varizes esofagogástricas pela operação sw Crawford modificada

Título alternativo Analysis uni and multivariada of risk factors for ocorence death intra-hospitalar in patients submitted surgical treatment of acute hemorrhage due to esophageal or gastric varices to use the modified Crawford technique
Autor Lopes Filho, Gaspar de Jesus Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A hemorragia aguda por varizes esofagicas ou gastricas e a causa isolada de morte mais comum em doentes portadores de hipertensao portal, sendo que, na dependencia de diversos outros fatores, a mortalidade associada a essa situacao varia de 15 a 84 por cento e e geralmente determinada pelo sangramento varicoso ou por suas complicacoes. A quase totalidade dos autores julga que o tratamento inicial destes doentes seja eminentemente conservador e, a par das medidas clinicas classicas, se fundamenta na utilizacao de metodos especificos de atuacao sobre as varizes (sonda de SENGSTAKEN-BLAKEMORE, esclerose endoscopica, ligadura elastica, drogas, etc.). Como, infelizmente, em cerca de 10 a 20 por cento destes doentes o sangramento persiste ou ha recidiva - apesar de o tratamento conservador, qualquer que seja ele - torna-se necessario uma cirurgia de emergencia para coibir a hemorragia. Por estes motivos, em 40 pacientes portadores de varizes esofagogastricas hemorragicas, que nao responderam ao tratamento conservador e necessitaram de cirurgia de emergencia, optamos pela tecnica de CRAWFORD modificada. No entanto, a alta mortalidade apresentada, mesmo com a utilizacao desta tecnica relativamente simples, rapida e de facil execucao, nos levou a procurar detectar os fatores de risco envolvidos no tratamento cirurgico de emergencia em pacientes portadores de varizes esofagogastricas hemorragicas de diversas etiologias. Para tanto, partimos de uma analise retrospectiva univariada, com o objetivo de identificar, inicialmente, os diversos fatores associados com maiores riscos de mortalidade e, a seguir, a diversos fatores associados com maiores riscos de mortalidade e, a seguir, a partir destes, utilizando um modelo de regressao logistica, procurar identificar os principais fatores de risco e determinar os efeitos independentes de cada um deles em um maior risco de mortalidade neste grupo e pacientes. Observamos que, as variaveis pre-operatorias: etiologia cirrotica, cirrose na biopsia hepatica, piora funcional hepatica; ausencia de hemorragias previas, cor branca e procedencia de São Paulo e as variaveis pos-operatorias: encefalopatia hepatica, ictericia, insufiCiência de multiplos orgaos e sistemas e insufiCiência renal aguda foram consideradas fatores de risco para a ocorrencia de obito, quando avaliadas isoladamente. Essas variaveis foram, entao, submetidas a analise final de regressao logistica, que nos permitiu concluir que as variaveis mais importantes ...(au)
Palavra-chave Varizes esofágicas e gástricas
Hemorragia gastrointestinal
Hipertensão portal
Fatores de risco
Modelos logísticos
Idioma Português
Data de publicação 2001
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2001. 159 p. tabgraf.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 159 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de livre-docência
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17651

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta