Uso abusivo de substâncias: da neurobiologia ao tratamento

Uso abusivo de substâncias: da neurobiologia ao tratamento

Título alternativo Substance abuse: from neurobiology to treatment
Autor Souza-Formigoni, Maria Lucia Oliveira de Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Apos uma pequena revisao sobre os conceitos de uso abusivo e dependencia de substancias psicoativas e seus aspectos epidemiologicos, biologicos e psicossociais e apresentada uma coletanea das principais contribuicoes cientificas da autora sobre o tema, produzidas entre 1980 e 2001. Com o avanco da Ciência, os conceitos sobre a etiologia do uso abusivo e dependencia de substancias psicoativas evoluiram de uma visao moralista, de acordo com a qual o dependente de alcool ou outras substancias psicoativas apresentava um desvio de carater, para uma concepcao que leva em consideracao a influencia de fatores geneticos, psicologicos e ambientais no processo. Na sua linha de pesquisa basica em modelos animais, a autora estudou o efeito estimulante do etanol e os processos de neuroadaptacao decorrentes da administracao prolongada de baixas doses, em especial a ausencia de tolerancia e o aparecimento de sensibilizacao. Apos a descricao dos aspectos comportamentais, estudou as diferencas de densidade de receptores dopaminergicos e glutamatergicos, em animais com diferentes niveis de sensibilizacao ao efeito estimulante do etanol, utilizando metodos de autoradiografia. Sao descritos tambem estudos sobre a relacao entre o efeito estimulante e ansiolitico do etanol, apos administracao aguda e prolongada e outros sobre a interacao entre alcool e outras drogas. Com a finalidade de dispor de instrumentos adequados para futuras pesquisas, foram realizados varios estudos para adaptacao e validacao de instrumentos para triagem do uso de drogas em adolescentes (DUSI) e na populacao geral (ASSIST), para diagnostico das situacoes desencadeantes do uso de alcool (ISB) e outras drogas (ISUD) e dos problemas associados. Na linha de pesquisa clinica, foi estudado o efeito da administracao endovenosa de glicose em voluntarios normais e em pacientes que procuraram um pronto-socorro para tratamento da intoxicacao alcoolica aguda. Em pacientes que procuraram tratamento para uso abusivo ou dependencia de alcool e/ou outras drogas foram estudados: a relacao entre os criterios do DSMIIIR e a gravidade da dependencia; a efetividade de tecnicas para tratamento da dependencia como intervencao breve, psicoterapia de grupo e terapia cognitiva comportamental breve; os fatores associados com recaidas, adesao e abandono do tratamento; os padroes familiar e os conceitos que os pacientes e seus familiares apresentam sobre o uso de alcool e drogas
Palavra-chave Drogas ilícitas
Etanol
Neurobiologia
Psicofarmacologia
Psiquiatria
Idioma Português
Data de publicação 2001
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2001. 114 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 114 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Texto
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17644

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta