Resultados de um programa de tratamento, com ou sem treinamento físico, em crianças com asma

Resultados de um programa de tratamento, com ou sem treinamento físico, em crianças com asma

Título alternativo Results of a management program with or without physical training in children with asthma
Autor Costa, Nelson Pereira da Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Naspitz, Charles Kirov Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Estudamos prospectivamente a resistência aeróbia em 41 crianças (23 do sexo masculino, idades: 7 a 9 anos) com asma estável, leve ou moderada, utilizando o teste corrida-caminhada, em avaliaçoes trimestrais por 12 meses. Dois grupos foram constituídos aleatoriamente, o grupo controle, sem treinamento (ST, 11 meninos e 8 meninas) e o grupo com treinamento (CT, 12 meninos e 10 meninas). O treinamento consistiu em um período breve de aquecimento, exercícios respiratórios e atividades aeróbias perfazendo 60 minutos, duas vezes por semana. No início do estudo, os grupos eram homogêneos quanto à idade, sexo, medidas antropométricas e desempenho na prova de resistência aeróbia. Ao longo do estudo o grupo CT, em relaçao ao grupo ST, apresentou um aumento significante do desempenho físico, melhor adaptaçao cardiovascular ao exercício avaliado pela resposta da freqüência cardíaca e valores mais elevados dos parâmetros espirométricos obtidos antes e depois da prova aeróbia de` nove minutos (PFE) e antes e depois do teste ciclo-ergométrico (VEF, e FEFzs.7soo), principalmente no sexo feminino. No grupo CT houve menos episódios de BIE. As médias das distâncias percorridas (metros, m), em nove minutos, no início do estudo, com três, seis, nove e 1-2 meses pelo grupo ST, sexo masculino, foram: 1287, 1288, 1300, 1316, 1302 m e para o sexo feminino: 1120, 1092, 1085, 1110, 1162 m. As médias do grupo CT, sexo masculino, foram: 1261, 1364, 1412*, 1392*, 1460* m e para o sexo feminino: 1117, 1152, 1121, 1201 *, 1244* m (significantes (o) em relaçao aos valores iniciais de cada grupo). O número de dias em crise de asma foi significantemente menor no grupo CT, principalmente no sexo feminino e quanto ao número de dias em uso de medicaçao foi menor somente no sexo feminino do grupo CT Crianças com asma devem ter treinamento físico orientado como parte importante do conjunto das medidas terapêuticas
Palavra-chave Asma
Aptidão Física
Esportes
Educação Física e Treinamento
Idioma Português
Data de publicação 2001
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2001. 137 p. tabgraf.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 137 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17580

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta