Reconstrução do ligamento cruzado anterior com o terço central do ligamento da patela: avaliação dos resultados com seguimentos de dez a quinze anos

Show simple item record

dc.contributor.author Cohen, Moises [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T23:01:47Z
dc.date.available 2015-12-06T23:01:47Z
dc.date.issued 2001
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 2001. 144 p. ilustab.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17576
dc.description.abstract Objetivo: Estudar os pacientes submetidos a reconstruçao do ligamento cruzado anterior com o terço central do ligamento da pateia após dez a quinze anos quanto aos níveis de qualidade de vida, alteraçoes degenerativas e de volta ao esporte. Métodos: Sessenta e dois pacientes foram avaliados retrospectivamente por meio de questionários, exame físico, teste funcional, KT-1000r, radiografias contidas nos protocolos de Lysholm, SF-36 e IKDC objetivo. Foram considerados o grau subjetivo de satisfaçao e os níveis de retorno ao esporte. Resultados: Após seguimento de dez a quinze anos, a pontuaçao de Lysholm mostrou 23 (37,1 por cento) pacientes considerados excelentes (95-100); 26 (41,9 por cento), bons (84-94); 11 (17,7 por cento), regulares (65-83) e 2 (3,2 por cento) ruins (<64). Na associaçao entre o grau de satisfaçao subjetiva e o questionário SF-36, o resultado subjetivo foi classificado como insatisfatório por apenas 5 (8,1 por cento) pacientes. Apesar do alto índice de satisfaçao subjetiva (91,9 por cento) a avaliaçao final do IKDC objetivo classificou nenhum paciente como normal (A), 31 (50 por cento) como quase normais (B), 23 (37,1 por cento) anormais (C) e 8 (12,9 por cento) como severamente anormais. O arco de movimento mostrou-se com maior limitaçao nos joelhos operados. A manobra de Lachman resultou negativa em 27,4 por cento, (+) em 40,3 por cento, (++) em 20,9 por cento e (+++) em 11,3 por cento. O sinal de pivot shift foi considerado normal em 33,9 por cento, (+) em 56,3 por cento e (++) em 9,7 por cento. A avaliaçao com KT-1000r demonstrou 32,3 por cento de resultados considerados anormais (>3mm). Em relaçao a artrose, foram detectados sinais degenerativos radiográficos no compartimento medial em 41 (66,1 por cento) pacientes; no lateral, em 36 (58 por cento) e na femoropatelar em 46 (74,2 por cento) pacientes. Foi detectada relaçao significativa entre a meniscectomia e a presença de artrose do lado correspondente. A altura patelar no joelho operado avaliada pelo índice CatonDeschamps se mostrou normal em 54 (87,1 por cento) pacientes e baixa em 8 (12,9 por cento), sem relaçao significativa com artrose femoropatelar. O retorno ao mesmo esporte ocorreu em 66,1 por cento; mudança de esporte em 16,1 por cento e abandono em 17,7 por cento. Os piores resultados do Lachman e do sinal de pivot shift corresponderam aos piores níveis de retorno aos esportes. Conclusoes ...(au) pt
dc.format.extent 144 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Joelho pt
dc.subject Ligamento Cruzado Anterior pt
dc.subject Seguimentos pt
dc.title Reconstrução do ligamento cruzado anterior com o terço central do ligamento da patela: avaliação dos resultados com seguimentos de dez a quinze anos pt
dc.title.alternative Arthroscopically assisted anterior cruciate ligament reconstruction using patellar autograft: ten to fifteen year follow-up evoluation en
dc.type Tese de livre-docência
dc.contributor.institution Universidade Federal de São Paulo [UNIFESP]
dc.identifier.file epm-017401.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus São Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM) pt
unifesp.graduateProgram Ortopedia e Traumatologia – São Paulo



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account