Transplante penetrante de cornea em ceratocone: estudo da juncao doador-receptor pela biomicroscopia ultra-sonica e videoceratografia

Transplante penetrante de cornea em ceratocone: estudo da juncao doador-receptor pela biomicroscopia ultra-sonica e videoceratografia

Título alternativo Penetrating keratoplasty for keratoconus: the graft-host junction study by ultrasound biomicroscopy and videokeratography
Autor Seabra, Fabiola Pacifico Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: O ultra-som de alta frequencia (50 MHz) permite a imagem de resolucao de estruturas oculares anteriores, impossiveis de serem mensuradas outra tecnica de exame oftalmologico. OBJETIVOS: Analisar os achados da interf, posterior na juncao cornea doadora-receptora de olhos com ceratocone submetidos transplante penetrante de cornea atraves do ultra-som de alta frequencia associada videoceratografia computadorizada. Correlacionar os diferentes padroes de imagens obtidos pela biomicroscopia ultra-sonica com a espessura corneal, nos meridianos videoceratograficos mais curvos e mais planos, astigmatismo refracional videoceratografico e acuidade visual final. METODOS: Foram estudados 35 olhos 28 pacientes portadores de ceratocone submetidos ao transplante penetrante cornea, com tempo minimo de um ano apos a cirurgia. Todos os pacientes eram facicos, com enxertos transparentes, sem suturas, e acuidade visual com correcao melhor ou igual a 20/40. Foi realizado exame oftalmologico de rotina, videoceratografia computadorizada com o aparelho EyeSys Corneal Analysis System, para determinar dois meridianos mais curvos e os dois mais planos, a serem analisados pela biomicroscopia ultra-sonica. O aparelho modelo 840 (Zeiss-Humphrey) com transdutor de 50 MHz foi utilizado para esta analise sob anestesia topica e tecnica de imersao. RESULTADOS: Cinco tipos de juncoes posteriores entre os botoes doador e receptor foram classificadas pela biomicroscopia ultra-sonica. O degrau posterior foi identificado quando a linha altamente refletiva da superficie posterior das corneas doadora receptora nao era continua e apresentava um desnivel na juncao. A lacuna 1 identificada quando havia uma falha ou ausencia de tecido na superficie posterior c t; juncao doador-receptor. Das 35 corneas estudadas, 10 (28,57 por cento) apresentava degraus em todas as quatro posicoes avaliadas; 9 (25,71 por cento) apresentavam degraus e tres posicoes; 8 (22,86 por cento) em duas; 5 (14,29 por cento) corneas em uma unica posicao; e em (8,57 por cento) corneas nao foi encontrado degrau em nenhuma das quatro posicoes avaliadas. Das 35 corneas estudadas, 6 (17,14 por cento) apresentavam lacuna em posicao unica. A comparacao entre os casos com e sem degraus, em relacao ao valor d astigmatismo videoceratografico, mostrou que nao houve diferenca entre os casos com e sem degrau nos diferentes meridianos estudados. CONCLUSOES: A biomicroscopia ultra-sonica provou ser um metodo util para ...(au)
Palavra-chave Ceratocone
Ceratoplastia Penetrante
Topografia da Córnea
Ultrassonografia/métodos
Astigmatismo/cirurgia
Idioma Português
Data de publicação 2001
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2001. 150 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 150 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17562

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta