Aplicabilidade da imagem ultra-sonografica expandida, comparada a arteriografia, no diagnostico das obstrucoes arteriais do segmento infra-inguinal

Aplicabilidade da imagem ultra-sonografica expandida, comparada a arteriografia, no diagnostico das obstrucoes arteriais do segmento infra-inguinal

Título alternativo Evaluate the correlation between a knew ultrasound image technique and digital arteriography in the evaluation of adult patients with severe infrainguinal chronic obstruction
Autor Engelhorn, Carlos Alberto Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Avaliar a correlacao entre uma nova tecnica de imagem ultra-sonografica e a arteriografia digital no estudo das obstrucoes arteriais infra-inguinais, em pacientes adultos portadores de doenca arterial obstrutiva cronica grave. Material e Metodos: Foram estudados, prospectivamente, pelo exame ultra-sonografico com uma nova tecnica denominada de imagem ultra-sonografica expandida (IUSE), 200 segmentos arteriais em 50 membros inferiores de 29 pacientes, divididos em quatro territorios distintos: femoro-popliteo, tibial anterior, tibial posterior e fibular. Os resultados da avaliacao pela IUSE foram comparados, de maneira duplo-cega, ao estudo arteriografico, sendo calculado a sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo, valor preditivo negativo e acuracia geral da IUSE; em relacao a arteriografia, alem da correlacao entre os metodos na identificacao da obstrucao arterial; localizacao e mensuracao da extensao da obstrucao arterial e a determinacao do nivel de reenchimento arterial distal a obstrucao. Resultados: Considerando os segmentos arteriais nos quais foi possivel a comparacao, por ambos os metodos de imagem vascular, e determinacao de presenca ou ausencia de obstrucao arterial, a IUSE apresentou, em relacao a arteriografia, sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo, valor preditivo negativo e acuracia, respectivamente de 100 por cento, 100 por cento, 100 por cento, 100 por cento e 100 por cento, para o segmento femoro-popliteo; 80 por cento, 100 por cento, 100 por cento, 85 por cento e 91 por cento para a arteria tibial anterior, e, 90 por cento, 96 por cento, 90 por cento, 96 por cento e 94 por cento para a arteria tibial posterior. A arteria fibular apresentou sensibilidade, especificidade, valor preditivo, valor preditivo negativo e acuracia, respectivamente de 100 por cento, 90 por cento. 60 por cento, 100 por cento e 91 por cento, no entanto, foi possivel a comparacao somente em um menor numero de casos. Em relacao a localizacao e mensuracao da extensao da obstrucao arteria; e a determinacao do nivel de reenchimento arterial distal a obstrucao, de modo geral, nao houve diferenca estatisticamente significativa, entre os metodos, nos segmentos femoro-popliteo, tibial posterior, apesar de em algumas situacoes a IUSE superestimar ou subestimar os valores aferidos em relacao a arteriografia. A avaliacao da arteria fibular apresentou o maior numero de limitacoes tecnicas por ambos os metodos de imagem...(au)
Palavra-chave Artérias/anatomia & histologia
Angiografia/métodos
Ultrassonografia/métodos
Idioma Português
Data de publicação 2001
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2001. 121 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 121 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17487

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta