Arteriografia retrograda no diagnostico de lesoes vasculares do segmento subclavio-axilar

Arteriografia retrograda no diagnostico de lesoes vasculares do segmento subclavio-axilar

Título alternativo Retrograde artheriography as a diagnostic method for vascular injuries of the subclavian-axillary segment
Autor Aerts, Newton Roesch Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: Os traumatismos vasculares do segmento arterial subclavio-axilar sao considerados de alta morbidade e mortalidade. Devido ao grande numero de estruturas osteo-musculares e nervosas presentes nessa regiao anatomica, o diagnostico de lesoes vasculares e imperativo tanto para o tratamento imediato como para evitar sequelas tardias graves. A utilizacao da arteriografia no diagnostico de lesoes vasculares e ainda considerada padrao-ouro. Objetivo: Estudar as caracteristicas da arteriografia retrograda como metodo propedeutico nos traumatismos vasculares do segmento subclavio-axilar. Pacientes e metodo: No periodo de marco de 1998 a dezembro de 2000, dos pacientes atendidos no Hospital de Pronto Socorro Municipal de Porto Alegre foram acompanhados 33, com indicacao clinica de realizacao de arteriografia retrograda. Resultados: Dos pacientes investigados, 24(72,7 por cento) eram do sexo masculino e em 57,6 por cento dos casos tinham idade inferior a 30 anos. Vinte e cinco pacientes (75,8 por cento) foram encaminhados sem diagnostico previo e a causa mais frequente de traumatismos foi o assalto em 18 (54,5 por cento) casos, com arma de fogo em 14 (42,4 por cento) casos. O dado clinico mais frequente de indicacao do exame foi a presenca de deficit neurologico, em 18 (54,5 por cento) casos, e o indice pressorico foi menor que 1 em 26 (78,8 por cento) pacientes. As lesoes mais frequentes foram sobre a arteria subclavia, em 12 (36,4 por cento) casos e os tipos de lesoes vasculares mais encontrados foram a fistula arterio-venosa em 8 (24,2 por cento) casos e a trombose, tambem em 8 (24,2 por cento) casos. Somente em 6 (18,2 por cento) pacientes houve complicacoes leves, como hematomas. Conclusao: A arteriografia retrograda, utilizada nos traumatismos vasculares subclavio-axilares, e um metodo simples, rapido e com boa acuracia, apresentando indices de 96,5 por cento de sensibilidade, 100 por cento de especificidade, 100 por cento de valor preditivo posi tivo e 80,0 por cento de valor preditivo negativo
Palavra-chave Ferimentos e Lesões
Traumatismo Cerebrovascular
Angiografia
Idioma Português
Data de publicação 2001
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2001. 91 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 91 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17473

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta