Suplementação de dehidroepiandrosterona durante a prenhez de ratas exercitadas e treinadas em esteira ergométrica a 80 por cento do consumo máximo de oxigênio: repercussões sobre as proles

Suplementação de dehidroepiandrosterona durante a prenhez de ratas exercitadas e treinadas em esteira ergométrica a 80 por cento do consumo máximo de oxigênio: repercussões sobre as proles

Título alternativo Dehidroepiandrosterone supplementation during pregnancy of trained and exercised rats in ergometric treadmill at 80 per cent of maximal oxigen uptake: offsprings repercussions
Autor Christofani, Junia Scarlatelli Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Piçarro, Ivan da Cruz Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A influencia da atividade fisica na manutencao da Saúde materno-fetal e o beneficio do repouso na fase final da gestacao contribuiram para que a merecida atencao fosse dispensada a gestante, desde entao, incorporada a massa ativa de elementos produtivos dos paises em desenvolvimento (SLEMMONS, 1913). Apos a participacao feminina nas primeiras Olimpiadas da Era Moderna, em 1912, discutiu-se, enfaticamente, a conveniencia da pratica esporadica ou ate mesmo frequente da atividade fisica pelas mulheres. Desta forma, a atividade fisica direcionada as mulheres foi cerceada e tolhida, mais por um problema de ordem social, que por achados fundamentados na Ciência (HEATON, 1935; SOARES, 1981 e PICARRO, 1990). Atualmente, nao se chegou a um consenso acerca da intensidade, da frequencia e da duracao da atividade fisica direcionada a gestante, isto devido aos estudos controversos, baseados na observacao de individuos condicionados previamente, nao avaliados em sua capacidade fisica ou ate mesmo sedentarios, fatores estes que comprometem os resultados obtidos (PICARRO, 1990). Embora a atividade fisica direcionada a gestante seja objeto de exasperadas discussoes entre os doutrinadores e a sua prescricao permaneca controversa, a necessidade crescente do aproveitamento da mao de obra feminina na economia dos paises em desenvolvimento propiciou a difusao da utilizacao de substancias quimicas que, em teoria, atenuam a reducao da CTF durante a gestacao. Entre estas, destacam-se aquelas derivadas dos hormonios esteroides, conhecidas como anabolicas e/ou androgenicas, como a Dhea. Trabalhos passiveis de critica sustentam que a administracao de Dhea aumenta a performance de animais de experimentacao e seres humanos (BUCCI, 1993; THEIN e col., 1995; WOLINSKY & HICKSON, 1996 e CLARKSON, 1996). O objetivo primario deste trabalho foi acompanhar a instauracao das adaptacoes fisiologicas decorrentes da progressao da prenhez em femeas de ratos alistar (EPM 1) em 2 (duas) condicoes experimentais distintas: 1. Como resultado do exercicio agudo realizado pelos animais somente durante a prenhez (20 dias, 5 dias/semana, 30 min/dia, 80 por cento do V02 max.)...(au)
Palavra-chave Prenhez
Exercício
Consumo de Oxigênio
Sulfato de Desidroepiandrosterona
Idioma Português
Data de publicação 2001
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2001. 209 p. tabgraf.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 209 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17345

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta