Estudo randomizado controlado entre as posições de parto: litotomica e lateral-esquerda

Estudo randomizado controlado entre as posições de parto: litotomica e lateral-esquerda

Título alternativo Randomized study controlled among the childbirth positions: litotomica and side left
Autor Basile, Anatalia Lopes de Oliveira Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Schirmer, Janine Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A assistencia ao parto e nascimento no Brasil tem se caracterizado por intervencoes rotineiras que exclui a mulher do processo. Com intuito de devolver a mulher seu papel de protagonista implantou-se um Centro de Parto Normal com filosofia humanista, baseado nas recomendacoes da OMS, para atencao ao Parto. O estudo teve por objetivo: caracterizar as mulheres primigestas, segundo variaveis socio-demograficas; avaliar a frequencia de episiotomia no parto normal realizado por enfermeira obstetra em centro de parto normal (CPN) nas posicoes litotomica (LT) e lateral esquerda (LE); comparar a presenca de traumatismo perineal; e comparar as condicoes neonatais dos recem-nascidos nas duas posicoes de parto. Trata-se estudo clinico prospectivo e randomizado sobre utilizacao da posicao LT e LE na assistencia ao parto normal sem distocia realizado em CPN do Hospital Geral de Itapecerica de Serra, São Paulo, durante o 2º semestre de 1999 e 1º de 2000. A amostra estudada foi de 104 primigestas de termo que concordaram a participar do estudo. A selecao por sorteio foi realizado no final do 1º periodo clinico do parto, sendo 53 na posicao LT e 51 LE. Os dados foram colhidos a partir de formulario com perguntas fechadas incluindo variaveis socio-demograficas, praticas assistencias orientadas pela equipe de Saúde, evolucao do 1º periodo clinico do parto, posicao de parto, parto e nascimento e condicoes neonatais. Os resultados mostram que 51,9 por cento eram adolescentes, 42,6 por cento concluindo ensino fundamental, 61,5 por cento de cor branca e 77,9 por cento desempregadas. As parturientes aceitaram em mais de 90 por cento a orientacao para deambular, tomar banhos prolongados de chuveiro, realizar exercicio respiratorios, receber massagem, ingerir liquidos, manifestar as eliminacoes vesicais espontaneas, e ter ao lado o acompanhante (companheiro ou familiar). Na posicao LE houve reducao significante do traumatismo perineal (p=0,007 RR 1,33 (1,07-1,65). A episiotomia foi utilizada em 33,6 por cento das primigestas, sendo que na posicao LE foi de 6,7 por cento (RR 3,849 (1,848 -8,016) p> 0,001. As principais indicacoes da episiotomia foram reunidas como outras, 26,9 por cento (perineo posterior <3 cm, expulsivo prolongado, bossa sero-sanguinea, edema vulvar, parada de progressao, presenca de hemorroidas, distensibilidade restrita, ansiedade do profissional e meconio fluido. O local dos traumas perneais mais frequente foi furcula do perine...(au)
Palavra-chave Enfermagem Obstétrica
Ensaios clínicos controlados aleatórios como assunto
Parto
Episiotomia
Trabalho de parto
Idioma Português
Data de publicação 2001
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2001. 109 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 109 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17309

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta