Analise epidemiologica do uso do cigarro em estudantes do ensino fundamental e ensino medio

Analise epidemiologica do uso do cigarro em estudantes do ensino fundamental e ensino medio

Título alternativo Epidemiologic analysis of cigarrette use among junior and high school students
Autor Peres, Jose Augusto Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: Atualmente, o cigarro e considerado pela Organizacao Mundial de Saúde (OMS) como um agente epidemiologico grave e possivelmente evitavel na populacao mundial. Sabe-se que a grande maioria dos usuarios do cigarro iniciam o vicio ainda na idade escolar, tornando, muitas vezes, esse um habito frequente e duradouro. OBJETIVOS: Acoes ligadas ao desenvolvimento do comportamento e suas interacoes com o meio em que vive sao a base de sustentacao desse trabalho, que buscou estabelecer a prevalencia do uso do tabaco em segmento especifico de estudantes do ensino fundamental e ensino medio na Zona Norte da Capital de São Paulo, oriundos de realidades sociais diferentes. O estudo estabelece interacoes sobre comportamento e, principalmente, as relacoes entre o uso do tabaco e o nivel social, estabelecido, aqui, pelo nivel de escolaridade do chefe familiar e seu patrimonio domiciliar. MATERIAL E METODOS: Para tanto, foram entrevistados 834 alunos do ensino fundamental e medio, sendo, destes, 452 em escola privada e 382 em escola publica. Foi utilizado um questionario especifico, aplicado por graduandos de Fisioterapia, que buscava caracterizar o entrevistado, bem como os fatores de influencia no uso do cigarro. RESULTADOS E CONCLUSOES: Os dados apresentados indicam, para ambas as escolas, um comportamento similar, para a faixa etaria estudada. Os resultados apontam influencias sociais e familiares (9,6 por cento dos entrevistados relatam fumar regularmente, quando filhos de fumantes e 6.5 por cento fumam regularmente, quando filhos de nao fumantes), prevalecendo o uso rotineiro e em maior quantidade, nos jovens de melhor poder aquisitivo (3 unidades por semana, para os alunos da escola publica e 10 unidades por semana para os alunos da escola privada). Porem, o contato inicial com o cigarro ocorre igualmente na mesma ocasiao para ambos os casos, fazendo uso do primeiro cigarro aos treze anos de idade, possivelmente impulsionado muito mais pela curiosidade natiral da adolescencia (39,4 por cento do total de entrevistados) do que pela influencia do fator social
Palavra-chave Hábito de Fumar
Epidemiologia
Estudantes
Idioma Português
Data de publicação 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 52 + 16anexos) p. tab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 52 + 16anexos) p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17295

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta