Efeito de glicosaminoglicanos na interação de calicreína plasmática humana como cininogênio, fator XII, plasmogênio e inibidores

Efeito de glicosaminoglicanos na interação de calicreína plasmática humana como cininogênio, fator XII, plasmogênio e inibidores

Título alternativo Effect of glycosaminoglycans on the interation of human plasma kallikrein with kininogen, factor XII, plasminogen and inhibitors
Autor Gozzo, Andrezza Justino Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Araujo, Mariana da Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A acao das enzimas proteoliticas envolvidas nos processos de coagulacao sanguinea pode ser influenciada por diversos fatores. Entre eles estao alguns glicosaminoglicanos que afetam seletivamente a atividade de proteases do sistema de coagulacao sanguinea e do sistema fibrinolitico. Esta constatacao abriu perspectivas para um melhor entendimento da dinamica desse processo, relacionando proteinas plasmaticas a componentes da matriz extracelular e da membrana da celula endotelial, proxima ao leito vascular. Os objetivos desse trabalho foram determinar o efeito dos glicosaminoglicanos na cinetica de inativacao da huPK por inibidores fisiologicos e na efiCiência catalitica dessa enzima sobre plasminogenio, cininogenio de alta massa molecular (HK) e fator XII (FXII); alem disso, tambem se estudou o efeito do dermatam sulfato bovino na inflamacao de pata de rato induzida por carragenina. A huPK foi purificada cerca de cinquenta vezes a partir da fracao IV de Cohn por cromatografia de afinidade em SBTI-Sepharose, com um rendimento de 12,5 por cento. Obteve-se uma solucao que, ao reagir com um substrato fluorescente com parte da sequencia do HK, foi capaz de liberar bradicinina (BK), identificada por espectrometria de massa. Nos ensaios cineticos da huPK com substratos fluorogenicos, na presenca de diversas concentracoes de heparina observou-se uma melhora da efiCiência catalitica da enzima. A antitrombina III (ATIII) humana foi obtida, incubando-se primeiramente o plasma com Sepharose CL-6B; o material nao retido foi submetido a uma cromatografia de afinidade em Heparina-Sepharose e o rendimento da purificacao foi de 50 por cento. Nos estudos de cinetica de inativacao da huPK por ATIII observou-se que heparina, heparam sulfato, dermatam sulfato bovino e dermatam sulfato de atum aumentaram a inativacao de huPK por ATIII (3,4; 2,3; 2,2 e 1,2 vezes), enquanto que os condroitim 4- e 6-sulfatos apresentaram uma pequena diminuicao na inativacao (1,2 e 1,3 vezes). A eletroforese em gel de agarose mostrou que o unico glicosaminoglicano que se liga efetivamente a ATIII e a heparina
Palavra-chave Calicreína plasmática
Glicosaminoglicanas
Cininogênio de alto peso molecular
Plasminogênio
Fator XII
Idioma Português
Data de publicação 2001
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2001. 130 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 130 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17267

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta