Comparação do sistema de infusão endovenosa sem agulhas com o sistema de infusão convencional

Comparação do sistema de infusão endovenosa sem agulhas com o sistema de infusão convencional

Título alternativo Comparasion of needleless intravenous system with standard infusion system
Autor Batista, Ruth Ester Assayag Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Wey, Sergio Barsanti Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O sistema sem agulhas (SSA) tem sido utilizado para infusoes endovenosas e arteriais, com o objetivo de reduzir o uso de agulhas de aco nesses acessos e assim diminuir o numero de acidentes ocupacionais. Porem, ha estudos que relatam aumento das complicacoes infecciosas para os pacientes. Este estudo comparou o SSA com o sistema convencional (SC), quando utilizados em acessos venosos, em relacao: a incidencia de infeccao de corrente sanguinea relacionada ao cateter intravascular; a infeccao do sitio de insercao do cateter central; a taxa de colonizacao dos cateteres (perifericos e centrais); a taxa de flebite associada a cateter periferico. Avaliou-se tambem o numero de acidentes ocupacionais com material perfurocortante com a utilizacao do SSA e do SC, o custo dos dois sistemas de infusao e a aceitacao dos enfermeiros em relacao ao sistema sem agulha. Para atingirmos nossos objetivos, foi escolhido um Estudo Clinico Randomizado Controlado. O estudo foi desenvolvido em um hospital geral, com 141 leitos, terciario, privado e sem fins lucrativos. No estudo foram incluidos 656 pacientes, dos quais 323 foram submetidos a tratamento clinico e 333 a tratamento cirurgico. Nestes pacientes, foram instalados setenta cateteres centrais, dos quais 32 cateteres foram utilizados com o SSA e 38 como SC. Foram utilizados 1.152 cateteres perifericos. Destes, 601 cateteres foram utilizados com o SSA e 551 com o SC. A randomizacao foi realizada pelo numero do apartamento que o paciente era internado. O setor de internacao responsavel pela locacao dos clientes nos apartamentos desconhecia a realizacao do trabalho. Durante o periodo de estudo, ocorreram duas infeccoes de corrente sanguinea relacionada ao cateter, uma em cada sistema de infusao. Nao houve diferenca significante na taxa de infeccao e na colonizacao dos cateteres centrais entre o grupo de pacientes que utilizou o SSA e os que utilizaram o SC. Em relacao aos cateteres perifericos, tambem nao houve diferenca significante na taxa de colonizacao e na incidencia de flebites entre os dois grupos. Foi registrado um acidente ocupacional com agulha no periodo em que era utilizado somente SC e nenhum acidente foi notificado quando o SSA comecou a ser utilizado em 50 por cento dos pacientes. Para comparar o custo do SSA com o do SC, foram realizadas tres analises. Na primeira, foram utilizadas prescricoes hipoteticas, constando-se que o SSA era 117 por cento mais ...(au)
Palavra-chave Agulhas
Distribuição espacial da população
Flebite
Idioma Português
Data de publicação 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 96 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 96 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17263

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta