Estudo eletrofisiológico do sono em ratos submetidos à dois métodos de privação de sono paradoxal

Estudo eletrofisiológico do sono em ratos submetidos à dois métodos de privação de sono paradoxal

Título alternativo Eletrophysiologic study in rats submitted to methods of paradoxical sleep deprivation
Autor Machado, Ricardo Borges Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Tufik, Sergio Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Dentre as tecnicas instrumentais de privacao de sono, a metodologia da platarforma unica ou flower-pot euma das mais utilizadas. Com o intuito de minimizaros efeitos provocados pelo estresse, foram propostos os metodos da plataforma multipla e da plataforma multipla modificada e, como mutodos de controle, as platarformas largas e grade. O objetivo deste trabalho foi avaliar, eletrofisiologicamente(ECoG e EMG) o sono em ratos submetidos a privacao de sono, durante 96 horas, pelas metodologias classica(plataforma unica) e da plataforma multpla modificada, bem como seus respectivos metodos de controle(plataforma largas unica e multopla, e grade). Tambem avaliamos o periodo de recup[eracao destes animais, por 96h. Observamos que a plataforma estreita unica eliminou todo o sono paradoxal (SP) durante o periodo de privacao, bem como grande parte do sono de ondas lentas(SOL). A plataforma larga unica, utilizada como metodo de controle, eliminou tambem grande parte do SP. A respeito da metodologia da plataforma multipla modificada, a plataforma estreita multipla, como a plataforma estreita unica, tambem eliminou todo o SP durante a privacao, com acentuada reducao do SOL. A plataforma larga multipla, assim como a plataforma larga unica reduziu drasticamente o SP, tambem havendo uma reducao no SOL durante a privacao. A grade, proposta como um novo metodo de controle para a platafrma multipla modificada, reduziu parcialmente apenas o SP, durante a privacao. No periodo de recuperacao, tanto as plataformas estreitas unica e multipla, como as plataformas largas unica emultipla, apresentaram rebote de SP nas primeiras 24h de recuperacao. Ao comparar as duas metodologias, a plataforma unica e a plataforma multipla modificada, nao foram observadas diferencas nos parametros avaliados durante o periodo de privacao. Em relacao ao periododereuperacao, observamos um maior rebote de SP nos animais submetidos a plataforma multipla modificada. Mediante estes resultados, concluimos que ambasas tecnicas sao eficazes em eliminar totalmente o SP durante a privacao de sono, embora nao sejam especificas, devido ao grande comprometimento do SOL. Entre os metodos de controle utilizados, as plataformas largas, unica ou multiplas, nao se mostraram satisfatorias. A grade foi pelos parametros avaliados, um metodo de controle mais adequado
Palavra-chave Sono
Privação do sono
Polissonografia
Ratos
Idioma Português
Data de publicação 2001
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2001. 102 p. ilustabgraf.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 102 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17239

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta