Trypanosoma cruzi: o nucleo em questao

Mostrar registro simples

dc.contributor.author Elias, Maria Carolina Quartim Barbos [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T23:01:24Z
dc.date.available 2015-12-06T23:01:24Z
dc.date.issued 2001
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 2001. 139 p. ilus.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17236
dc.description.abstract A organizacao estrutural do nucleo vem se mostrando cada vez mais fundamental para os processos de metabolismo de DNA e RNA. A vantagem de uma compartimentalizacao nuclear e clara, pois permite a concentracao de fatores regulatorios estruturais e enzimaticos para estes processos. Se, por um lado, consideraveis evidencias sugerem o papel da arquitetura nuclear na coordenacao dos processos nucleares, por outro lado, os mecanismos moleculares que estabelecem esta relacao ainda nao foram definidos. O T. cruzi e um organismo eucarionte unicelular, com mecanismos de transcricao e replicacao bastante peculiares e aparentemente menos complexos que aqueles presentes nos demais eucariontes. Nos trypanosomatideos, a transcricao e um processo continuo, produzindo grandes policistronicas, que sao processadas atraves de trans-splicing e poliadenilacao. Nao ha promotores definidos para RNA polimerase II, sendo o controle da expressao genica a nivel pos-transcricional. Quanto ao processo de replicacao, nao foi definida sequencia de origem de replicacao. O ciclo de vida do T. cruzi envolve formas replicativas, que nao infectam(amastigotas e epimastigotas) e formas infectivas, que nao replicam(tripomastigotas). Em um primeiro trabalho, nos comparamos a organizacao nuclear entre as diferentes formas do parasita e observamos que nas formas replicativas o nucleo e arredondado, contem nucleolo e a heterocromatina esta concentrada na periferia nuclear. Por outro lado, nas formas infectivas o nucleo e alongado, o nucleolo nao e evidente e a heterocromatina encontra-se dispersa no espaco nuclear. Esta reorganizacao nuclear, que ocorre quando as formas proliferativas transformam-se em infectivas, e acompanhada de uma diminuicao geral da atividade transcricional tanto da RNA polimerase I quanto da RNA polimerase II. Apesar de nao haver no T. cruzi uma regulacao de transcricao aparente, nos mostramos por...(au) pt
dc.format.extent 139 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Trypanosoma cruzi pt
dc.subject Cromatina pt
dc.subject DNA Satélite pt
dc.subject Ciclo Celular pt
dc.title Trypanosoma cruzi: o nucleo em questao pt
dc.title.alternative Trypanosoma cruzi: the nucleus in check en
dc.type Tese de doutorado
dc.identifier.file epm-017033.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus Universidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Medicina pt



Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples