Microemulsões como veículo de drogas para administração ocular tópica

Microemulsões como veículo de drogas para administração ocular tópica

Título alternativo Microemulsions as drug delivery systems for topical ocular administration
Autor Cunha Júnior, Armando Da Silva Google Scholar
Fialho, Sílvia Ligório Google Scholar
Carneiro, Luciana Barbosa Autor UNIFESP Google Scholar
Oréfice, Fernando Google Scholar
Instituição Universidade Federal de Minas Gerais Faculdade de Farmácia
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Federal de Minas Gerais Hospital das Clínicas Serviço de Uveítes
Universidade Federal de Minas Gerais
Resumo The conventional ophthalmic dosage forms are relatively simple: usually, water-soluble drugs are delivered in aqueous solution and water-insoluble drugs are prepared as suspensions or ointments. However, these delivery systems currently used present very low corneal bioavailability, systemic exposure because of nasolacrimal drainage and lack of efficiency in the posterior segment of ocular tissue. Recent research efforts have focused on the development of new ophthalmic drug delivery systems. As a result of these efforts, microemulsions are promising dosage forms for ocular use. These delivery systems are dispersions of water and oil that require surfactant and co-surfactant agents in order to stabilize the interfacial area. The microemulsions have a transparent appearance, thermodynamic stability and small droplet size of the dispersed fase (<1,0 mm), providing them with the capacity of being sterilized by filtration. Furthermore, these systems offer additional advantages that include: low viscosity, great ability as drug delivery vehicles, widened properties as absorption promoters and easiness of preparation, which do not require much energy and the use of special equipments. In this review, we present the technology and some preliminary studies of microemulsions in relation to ocular drug delivery systems.

As formas farmacêuticas oftálmicas convencionais são relativamente simples: drogas solúveis em água são formuladas em solução aquosa e drogas pouco solúveis em suspensão ou pomada. Entretanto, essas formulações apresentam como inconvenientes baixa biodisponibilidade corneal, absorção sistêmica devida à drenagem nasolacrimal e reduzida eficácia no segmento posterior do olho. Assim, o desenvolvimento de novos sistemas de liberação de drogas de administração oftálmica tem sido um dos principais temas de pesquisa em tecnologia farmacêutica nos últimos anos. Entre as alternativas avaliadas, destacam-se principalmente as microemulsões. Estas formas farmacêuticas que são dispersões de água e óleo, estabilizadas por um emulsionante e por um co-emulsionante, transparentes, termodinamicamente estáveis, apresentam partículas de tamanho menor que 1,0 mm e, portanto, passíveis de serem esterilizadas por filtração. Além disso, as microemulsões apresentam baixa viscosidade, possuem grande capacidade para o transporte de drogas, demonstram comprovada propriedade promotora de absorção para as drogas veiculadas e são facilmente obtidas, sem a necessidade de utilização de equipamentos sofisticados e de componentes de custo proibitivo. O presente artigo objetiva revisão de literatura abordando o tema e os principais estudos relacionados com a utilização de microemulsões como sistemas de liberação de drogas oftálmicas.
Palavra-chave Topical administration
Absorption
Drug compounding
Pharmaceutical technology
Ophthalmic solutions
Biological availability
Emulsions
Pharmacokinetics
Solubility
Drug delivery systems
Cornea
Administração tópica
Absorção
Composição de medicamentos
Tecnologia farmacêutica
Soluções oftálmicas
Disponibilidade biológica
Emulsões
Fármaco-cinética
Solubilidade
Sistemas de liberação de medicamentos
Córnea
Idioma Português
Data de publicação 2003-06-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 66, n. 3, p. 385-391, 2003.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo)
Publicador Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 385-391
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492003000300025
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27492003000300025 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1723

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27492003000300025.pdf
Tamanho: 173.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta