Carcinoma folicular da glandula tireoide

Carcinoma folicular da glandula tireoide

Título alternativo Follicular carcinoma of the thyroid gland: study immunohistochemical with Ki-67
Autor Anjos, Gecildo Soriano dos Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O presente trabalho objetiva correlacionar os fatores prognosticos clinicos de alto risco, risco intermediario e baixo risco do carcinoma folicular tireoidiano com o marcador nuclear tunoral de proliferacao celular Ki-67. A casuistica consta de 18 pacientes com diagnostico histologico de carcinoma folicular tireoidiano, todos operados nos Servicos de Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeca e Pescoco dos Hospitais Fundacao Centro de Oncologia do Amazonas (FCECON) e Hospital Universitario Getulio Vargas (H.U.G.V.) - Manaus/AM, no periodo de 1980 a 1999. Todas as amostras foram fixadas em formol a 1O por cento, embrocadas rotineiramente em parafina e feito pesquisa imuno-histoquimica para o Ki-67. A partir dos dados dos prontuarios, os pacientes foram divididos em tres grupos segundo a classificacao clinica de SHARA, LOREE e SHAH (l994), da Mayo Clinic - USA, em alto risco, risco intermediario e baixo risco. Todos os pacientes eram do sexo feminino, e tinham idade que variaram de 33 a 78 anos, com predominio na terceira, quarta e quinta decada. Quatro pacientes (22,22 por cento) foram classificados como sendo de alto risco, doze (66,66 por cento) de risco intermediario e dois (11,11 por cento) de baixo risco. Dos 4 pacientes de alto risco, 3 (75 por cento) tiveram positividade para o Ki-67. Com relacao aos 12 pacientes do grupo intermediario, 7 (58,33 por cento) foram positivos para o Ki-67 e 5 (41,67 por cento) foram negativos. No grupo de baixo risco somente I (50 por cento) dos 2 pacientes foi positivo para o Ki-67. A correlacao do indice de proliferacao celular avaliado pelo Ki67 confirma a boa expressibilidade deste marcador tumoral em pacientes com carcinoma folicular tireoidiano, dos grupos de risco alto e intermediario (75 por cento e 58,33O/o), respectivamente. No grupo de baixo risco, nao foi possivel estabelecer uma correlacao devido a baixa casuistica. A pesquisa do Ki-67 e um metodo imuno-histoqwimico e expansao, que pode ser detectado em todos os grupos de risco de paciente com carcinoma folicular tireoidiano, mas que precisa ser aplicado em um numero maior de pacientes, para melhor defini-lo como fator prognostico
Palavra-chave Glândula Tireoide
Carcinoma
Antígeno Ki-67
Idioma Português
Data de publicação 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 94 p. ilustabgraf.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 94 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17134

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta