Balanço energético de ratas prenhes submetidas a exercício físico: efeito sobre a prole

Balanço energético de ratas prenhes submetidas a exercício físico: efeito sobre a prole

Título alternativo Energy balance of pregnants rats subjected to exercice: effect on the offspring
Autor Santos, Valeria Cristina dos Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Griggio, Mauro Antonio Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo. A gestacao e o exercicio fisico provocam modificacoes no balanco energetico, aumentando a inGestão alimentar e o gasto energetico. Desta forma, realizou-se este estudo com o objetivo de verificar o efeito do exercicio fisico realizado antes e durante a gestacao sobre ratas prenhes e sua prole. Metodos. Foram utilizadas 80 ratas Wistar-EPM, divididas em 8 grupos experimentais, sendo 4 grupos gestantes e 4 nao gestantes (controle). Os animais foram exercitados antes ou durante o periodo correspondente 'a gestacao (3 semanas) ou permaneceram sedentarios nesses periodos. As ratas exercitadas nadavam separadamente, em tubos de PVC com agua numa temperatura de aproximadamente 31§C, durante l hora por dia, 5 dias por semana com sobrecarga equivalente a 5 por cento do peso corporal, durante as 3 semanas anteriores a gestacao, durante a mesma ou durante ambos os periodos. Os animais e a racao eram pesados diariamente. Apos o periodo correspondente a gestacao (21 dias), os animais foram sacrificados e suas carcacas e fezes preparados para analise energetica em calorimetro adiabatico, assim como os conceptos. Foram separados 5 gramas da carcaca para analise de gordura e proteina. Resultados. O exercicio fisico estabelecido para este experimento nao alterou o balanco energetico dos animais. No entanto, como esperado, a gestacao promoveu alteracoes significativas como: aumento da inGestão alimentar, gasto e ganho energetico, alem da efiCiência alimentar, mesmo para ratas que se exercitaram antes e durante o periodo de gestacao. Os filhotes de maes exercitadas durante a gestacao apresentaram peso e energia menores ao nascer. Conclusoes. O exercicio fisico nestas condicoes (intensidade, duracao e frequencia), nao provocou alteracoes significativas nos parametros analisados do balanco energetico das ratas prenhes. Apenas a gestacao levou a aumentos nessas variaveis. Os filhotes de maes exercitadas durante a gestacao foram prejudicados ao nascer, apresentando menor peso e energia corporal
Palavra-chave Gravidez
Metabolismo energético
Exercício
Idioma Português
Data de publicação 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 110 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 110 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17099

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta