Efeito da desepitelizacao na sintese de glicosaminoglicanos em corneas humanas mantidas em cultura

Efeito da desepitelizacao na sintese de glicosaminoglicanos em corneas humanas mantidas em cultura

Título alternativo Effect of epithelial debridement on glycosaminoglycan synthesis by human corneal explants
Autor Soriano, Eduardo Sone Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Os objetivos do presente trabalho foram identificar os glicosaminoglicanos presentes na cornea humana, analisar a sintese dos glicosaminoglicanos em corneas humanas mantidas em cultura e avaliar o efeito da remocao do epitelio sobre a sintese destes compostos em corneas mantidas em cultura. Para tal, foram utilizadas corneas do Banco de Olhos do Hospital São Paulo que foram rejeitadas para transplantes. Os glicosaminoglicanos foram extraidos apos proteolise dos tecidos com papaina e identificados por uma combinacao de eletroforese em gel de agarose e degradacao enzimatica com mucopolisacaridases bacterianas especificas. Os principais glicosaminoglicanos extraidos da cornea humana foram o queratam sulfato e o dermatam sulfato, cada um correspondendo a cerca de 50 por cento do total. Para analisar os glicosaminoglicanos sintetizados em cultura, as corneas foram mantidas em meio Fl2, por 24 horas, a 37§C, em atmosfera contendo 2,5 por cento de gas carbonico. Ao meio de cultura foi adicionado 35S-sulfato, de forma que os glicosaminoglicanos sintetizados em 24 horas fossem, entao, metabolicamente marcados. OS 35S-glicosaminoglicanos foram isolados da mesma forma descrita acima, exceto que foram vistos por radioautograma e quantificados em um contador de cintilacoes. O principal glicosaminoglicano sintetizado foi o dermatam sulfato (72 por cento do total), seguido pelo queratam sulfato (l7 por cento). Alem desses dois glicosaminoglicanos, apareceu heparam sulfato (11 por cento), que nao foi identificado como constituinte da cornea por estar em pequena quantidade (abaixo do limite de deteccao do metodo). Esses resultados sugerem que o dermatam sulfato e o heparam sulfato apresentem uma taxa de turnover maior que a do queratam sulfato. A desepitelizacao corneana levou a uma alteracao no padrao de sintese de glicosaminoglicanos, com uma maior marcacao de dermatam sulfato e uma diminuicao no heparam sulfato, em relacao ao controle. Este efeito foi proporcional a area da cornea desepitelizada. Para verificar quais Os glicosaminoglicanos sintetizados em cada camada celular, o epitelio, o endotelio e o estroma foram separados e os glicosaminoglicanos sintetizados em cada uma delas foram identificados. Verificou-se que os ceratocitos foram os principais responsaveis pela sintese de dermatam sulfato e queratam sulfato, enquanto as celulas epiteliais produziram basicamente heparam sulfato. Esta observacao explica a ...(au)
Palavra-chave Glicosaminoglicanas
Proteoglicanas
Dermatan Sulfato
Heparitina Sulfato
Sulfato de Ceratano
Córnea
Epitélio Anterior
Substância Própria
Idioma Português
Data de publicação 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 176 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 176 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17072

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta