Desenvolvimento de um radioimunoensaio para 21-deoxicortisol sérico e sua potencial aplicação no diagnóstico da hiperplasia adrenal congênita

Desenvolvimento de um radioimunoensaio para 21-deoxicortisol sérico e sua potencial aplicação no diagnóstico da hiperplasia adrenal congênita

Título alternativo Development of a radioimmunoassay for serum 21-deoxycortisol and its potential application in the diagnosis of congenital adrenal hyperplasia
Autor Tonetto-Fernandes, Vânia Autor UNIFESP Google Scholar
Ribeiro-Neto, Luciane M. Autor UNIFESP Google Scholar
Verreschi, Ieda Therezinha do Nascimento Autor UNIFESP Google Scholar
Fiet, Jean Google Scholar
Vieira, José Gilberto H. Autor UNIFESP Google Scholar
Kater, Claudio Elias Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Hospital Infantil Darcy Vargas Serviço de Endocrinologia Pediátrica
Hôpital Saint Louis Service de Biologie Hormonale
Resumo Serum 21-deoxycortisol (21DF) has been considered a useful hormonal marker for the diagnosis of congenital adrenal hyperplasia (CAH) due to 21-hydroxylase deficiency (21OHD). Although several radioimmunoassay (RIA) methods for 21DF have been reported, none are commercially available. We developed a RIA adapted for 21DF determination, preceded by ether-extraction and liquid chromatographic separation (HPLC) of samples. The assay was employed to evaluate children (15F/10M) with the classic form of 21OHD and a control group (5F/8M). The antibody obtained, in addition to efficient HPLC separation, permitted tritiated cortisol instead of 21DF to be used, since labeled ³H-21DF is expensive and difficult to obtain. Serum cortisol levels were reduced in patients with 21OHD (48h following therapy withdrawal) as compared to controls (2.1±2.1 vs. 16.2±7.0mug/dl), whereas serum levels of 21DF were significantly elevated (1,359±853ng/dl, ranging from 434 to 3,079) in the former, but consistently below the sensitivity limit of the assay (156ng/dl) in the latter group. The reported method, although devoid of sensitivity for its application in normal subjects, permits 21DF to be quantified in patients with 21OHD, with adequate sensitivity and specificity to diagnose and follow patients with this condition.

O 21-deoxicortisol (21DF) sérico tem sido considerado um excelente marcador para o diagnóstico da hiperplasia adrenal congênita (HAC) por deficiência de 21-hidroxilase (D21OH). Embora vários métodos de radioimunoensaio (RIE) tenham sido descritos para 21DF, nenhum deles está disponível comercialmente. Desenvolvemos um RIE adaptado para a dosagem de 21DF, com extração prévia das amostras com éter e separação por cromatografia líquida (HPLC). O ensaio foi aplicado para a avaliação de crianças portadoras da forma clássica de D21OH (15F/10M) e um grupo controle (5F/8M). O anticorpo obtido, associado à eficiência da separação por HPLC, viabilizou o emprego do cortisol triciado neste RIE. Enquanto nos pacientes os níveis de cortisol estavam reduzidos (48h após suspensão do tratamento) em comparação com o grupo controle (2,1±2,1 vs. 16,2±7,0mig/dl), os valores do 21DF sérico estavam bastante elevados (1.359±853ng/dl, variando de 434 a 3.079), embora consistentemente abaixo do limite de sensibilidade (156ng/dl) no grupo controle. O presente método, mesmo destituído de sensibilidade para aplicação em indivíduos normais, permite a quantificação deste esteróide em portadores de D21OH, com a sensibilidade e a especificidade necessárias para o diagnóstico e acompanhamento desta condição clínica.
Palavra-chave 21-Deoxycortisol
21-Hydroxylase deficiency
Radioimmunoassay
HPLC
Congenital adrenal hyperplasia
21-Deoxicortisol
Radioimunoensaio
HPLC
Deficiência de 21-hidroxilase
Hiperplasia adrenal congênita
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Data de publicação 2003-04-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia. Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, v. 47, n. 2, p. 171-176, 2003.
ISSN 0004-2730 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Extensão 171-176
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302003000200010
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27302003000200010 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1706

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27302003000200010.pdf
Tamanho: 61.41KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta