Prevalência de obesidade em nipo-brasileiros e importância da dieta ocidental para a gênese de síndrome metabólica.

Prevalência de obesidade em nipo-brasileiros e importância da dieta ocidental para a gênese de síndrome metabólica.

Título alternativo Prevalence of obesity in japanese-brazilians and importance of western diet for metabolic syndrome
Autor Lerário, Daniel Diniz Gonçalves Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Ferreira, Sandra Roberta Gouvea Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Os conhecimentos atuais sobre obesidade e distribuicao abdominal de gordura apontam para a associacao destas a outros fatores de risco cardiovascular como a dislipidemia, a hipertensao arterial (HA), o diabetes mellitus (DM) e resistencia a insulina. Nosso grupo previamente constatou a importancia do DM, dislipidemia e HA numa comunidade nipo-brasileira, apesar da obesidade nao ser caracteristica marcante nos migrantes japoneses residentes nas Americas. Este estudo avaliou a prevalencia de obesidade e distribuicao abdominal de gordura em nipo-brasileiros e suas relacoes com disturbios metabolicos. A amostra foi composta de 530 individuos (40-79 anos) de 1a e 2a geracao, que foram submetidos a exames clinico-laboratoriais, incluindo antropometria, pressao arterial, perfil lipidico e teste oral de tolerancia a glicose com dosagens de glicemia, insulinemia e pro-insulinemia. A prevalencia de obesidade (IMC > 27 Kg/m2) foi de 20,8% (IC95%: 17,6-24,7), enquanto a de adiposidade central (razao cintura-quadril > 0,95 e > 0,85 para homens e mulheres, respectivamente) foi de 67,0% (IC95%: 63,1-70,9). Estratificando-se pelo IMC e a razao cintura-quadril, individuos obesos com adiposidade central apresentaram perfil metabolico e niveis pressoricos significantemente mais desfavoraveis. A comparacao de subgrupos com e sem adiposidade central foi compativel com a hipotese da gordura abdominal se constituir em fator de risco para doencas interligadas pela resistencia a insulina, inclusive em populacao de origem oriental. Especulamos que a alta prevalencia de sindrome metabolica nos migrantes japoneses possa ser decorrente da deposicao visceral de gordura, implicada na genese da resistencia a insulina.
Palavra-chave Obesidade
Constituição corporal
Migração
Inquéritos sobre dietas
Resistência à insulina
Idioma Português
Data de publicação 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 118 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 118 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17031

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta