Acao cronica do acido mefenamico sobre a prenhez da rata albina (Rattus Norvegicus albinus, Rodentia - Mammalia): ensaio biologico

Acao cronica do acido mefenamico sobre a prenhez da rata albina (Rattus Norvegicus albinus, Rodentia - Mammalia): ensaio biologico

Título alternativo Chronic effects of mefenamic acid on the albino rat pregnancy
Autor Fernandes, Guilherme Loureiro Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Embora pouco seletivo para a ciclo-oxigenase 1, o acido mefenamico e contra-indicado durante a gravidez; todavia as usuarias do produto, utilizado com sucesso no tratamento da tensao pre-menstrual, continuam a usa-lo durante a gestacao. Frente a tal fato, interessamo-nos por estudar os efeitos do uso cronico do acido mefenamico na prenhez da rata albina. Material e Metodos. Utilizamos 50 ratas albinas da colonia EPM 1 Wistar, prenhes com aproximadamente 250 g de peso. A partir do zero dia de prenhez os animais foram divididos aleatoriamente em cinco grupos numericamente iguais: grupo 1 sem qualquer manuseio; grupo 2 recebeu 1,0 ml do veiculo, enquanto os grupos 3, 4 e 5 receberam, respectivamente, 5, 15 e 45 mg por quilo de peso de acido mefenamico, dissolvido em 1,0 ml do veiculo. O farmaco e o veiculo foram administrados diariamente por gavagem, do dia zero ao vigesimo dia. As ratas foram pesadas no 7§, 14§ e 20§ dias, sendo nesta data sacrificadas por meio de inalacao de eter sulfurico. Realizada uterotomia, foram avaliadas as seguintes variaveis: (1) numero de implantacoes e absorsoes, obitos intra-uterinos, fetos e placentas; (2) peso das crias, ninhadas e placentas; (3) malformacoes das crias e mortalidade das matrizes. Metodo estatistico: Os achados foram submetidos aos seguintes testes: analises de variaveis tanto a um criterio quanto por testes de Friedman e Krusckal Wallis, complementados por testes de comparacao multipla. Resultados: O ganho de peso tanto das ratas quanto das crias, bem como das placentas foram inversamente proporcionais a dose utilizada. No que se refere as outras variaveis, os dados dos grupos experimentais foram semelhantes aos do grupo controle. Conclusao: Recomendamos evitar o uso mefenamico durante a prenhez da rata
Palavra-chave Ácido Mefenâmico
Anti-Inflamatórios não Esteroides
Prenhez
Ratos
Idioma Português
Data de publicação 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 59 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 59 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17024

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta