Estudo da laminina serica e de sua deposicao no figado de ratos com fibrose hepatica induzida por tetracloreto de carbono

Show simple item record

dc.contributor.author Neves, Lindalva Batista [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T23:01:09Z
dc.date.available 2015-12-06T23:01:09Z
dc.date.issued 2000
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 2000. 107 p. ilus.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16980
dc.description.abstract Laminina serica tem sido correlacionada com hipertensao portal e capilarizacao dos sinusoides nas hepatopatias cronicas. Entretanto, pouco se conhece sobre sua dinamica nas doencas hepaticas. Neste trabalho, objetivou-se estudar niveis sericos e deposicao de laminina no tecido hepatico, correlaciona-la com graus de fibrose hepatica e hipertensao portal experimentalmente induzidas. 59 Ratos albinos Wistar foram mantidos como controles ou tratados com solucao 8 por cento de CCl4. Entre a 6 a e 16 a semana de experimento, 16 controles e 33 tratados COM CCl4 foram sacrificados, submetidos a cateterizacao da veia porta, medida da pressao portal em coluna liquida e coleta de sangue da veia porta, veia supra-hepatica e veia femoral. Dez ratos (quatro controles e seis tratados) foram submetidos a coleta de sangue da aorta abdominal, veia porta e veia supra-hepatica. Fragmentos de figado foram fixados em glutaraldeido 2 por cento para microscopia eletronica, congelados em nitrogenio liquido para imunohistoquimica e fixados em formol para microscopia optica. A fibrose hepatica foi classificada como fibrose perivenular, fibrose septal completa, incompleta e cirrose. Determinacao da concentracao de laminina circulante foi realizada pela tecnica de ensaio imunoenzimatico com anticorpo desenvolvido a partir de laminina isolada de tumor Engelbreth-Holm-Swarm, purificado em coluna de afinidade. O anticorpo foi tambem utilizado para imunohistoquimica, com anticorpo secundario biotinilado (titulacao 1/500). A microscopia eletronica mostrou alteracoes estruturais na fibrose septal e principalmente na cirrose, com substancia amorfa eletrondensa depositada no espaco de Disse e desaparecimento das fenestracoes sinusoidais. A pressao portal correlacionou-se com grau de fibrose hepatica (r = O,82; P < O,OO1; n=45) e seus niveis nos grupos fibrose septal (1O,8 + 1,2 cmH2O) e cirrose (l3,6 + 3,1 CmH2O) foram estatisticamente superiores aos grupos controle (7,9 + 1,5 cmH2O) e flbrose perivenular (9,1 + O,8 cmH2O). A concentracao de laminina no sangue periferico do grupo cirrose (40,0 + 18,7 mg/dL) foi significantemente superior aos grupos controle (l3,8 + 12,1 mg/dL), fibrose perivenular (l9,l + 15,5 mg/dL) e fibrose septal (22,2 + 27,0 mg/dL). A laminina circulante correlacionou-se com grau de flbrose hepatica (r O,59; P < O,01; n= 49) e em menor grau com a pressao portal (r = O,29; P O,05; n=45). Houve correlacao estatisticamente significante entre as ...(au) pt
dc.format.extent 107 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Laminina pt
dc.subject Matriz Extracelular pt
dc.subject Hipertensão Portal pt
dc.subject Cirrose Hepática Experimental pt
dc.title Estudo da laminina serica e de sua deposicao no figado de ratos com fibrose hepatica induzida por tetracloreto de carbono pt
dc.title.alternative Serum laminin and its deposition in the liver of rats with carbon tetrachloride-induced fibrosis en
dc.type Tese de doutorado
dc.identifier.file epm-016757.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus Universidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Medicina pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account